sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Seca provoca desabastecimento em cidades do Seridó do RN

Em 2013, rio Piranhas, na cidade de Jucurutu,
estava praticamente vazio (Foto: Edílson Silva)






Mais quatro cidades do Seridó potiguar enfrentam desabastecimento provocado pela seca. Caicó, São Fernando, Jardim de Piranhas e Timbaúba dos Batistas, abastecidas pelo rio Piranhas, estão sem o fornecimento regular de água devido à baixa vazão no manancial. A informação foi confirmada pela Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern).

De acordo com a Caern, o rio Piranhas está com o nível abaixo do necessário para fornecer água. Ele é abastecido pelo sistema Curema-Mãe D’água, localizado na Paraíba, que é administrado pelo Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs), sendo a gestão da água realizada pela Agência Nacional de Águas (ANA). Em virtude do longo período de estiagem e da necessidade de controle do volume de água no reservatório, para garantir o abastecimento humano, a ANA vem sistematicamente diminuindo a abertura das comportas do açude Curema.



A vazão liberada desde o início da semana não está sendo suficiente para atender o RN. Dessa forma, pela vazão insuficiente no rio, a Caern suspendeu as captações para a cidade deJardim de Piranhas e para a adutora Manoel Torres, que atende às cidades de CaicóSão Fernando e Timbaúba dos Batistas.

A Caern solicitou à ANA, por intermédio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), o aumento da vazão. A agência autorizou nesta quinta-feira (6) ao Dnocs realizar nova operação nas comportas de Curema-Mãe D’água, como tentativa de liberar água suficiente para atender o abastecimento humano.

Segundo a Caern, quando a vazão do rio permitir a captação, o abastecimento será normalizado. A recomendação é de utilizar a água de forma racional, uma vez que a medida é preventiva, observando a possibilidade de não haver chuva nos próximos meses.


fonte: G1 RN