terça-feira, 18 de março de 2014

Faltam pneus para viaturas da Polícia Civil do RN






Dos 242 carros próprios que compõem a frota da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, 70 estão parados nas oficinas. A maior parte - 60 veículos - está subutilizada pela falta de pneus. Além do básico, faltam também peças como baterias, para-brisas e cabeçotes, e algumas apresentam problemas mecânicos, como na direção hidráulica. A Delegacia Geral da Polícia Civil reconhece um débito de R$70 mil à única fornecedora de peças da instituição, localizada na Ribeira.


Enquanto isso, há municípios no interior que sequer contam com viaturas, como é o caso de Baraúnas. O único carro disponível para a comarca quebrou e repousa no pátio da oficina da Polícia Civil. Delegacias regionais, como a de Mossoró, também sofrem com o problema: das 33 viaturas da regional, sete estão paradas por falta de peças. Algumas das delegacias que estão desfalcadas são a Delegacia de Homicídios (Dehom), DP’s da Grande Natal e delegacias do setor de inteligência da Polícia Civil.

Entre os modelos parados estão Ford Fiestas, Sanderos, Blazes. Uma fonte ligada à oficina da Polícia Civil, que preferiu não se identificar, informou à TRIBUNA DO NORTE que a instituição também conta com uma dívida de R$500 mil com o consórcio de locação, formado por nove locadoras. Além disso, ela aponta um débito total de R$170 mil com a fornecedora de peças, também referente ao ano passado.




fonte/imagem: Blog do JP.