quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Aulas são suspensas em campus da Uern de Pau dos Ferros


Aulas são suspensas na UERN - campus de Pau dos Ferros/RN



Estudantes do campus avançado da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) em Pau dos Ferros realizaram protesto contra o apagão que acometeu a instituição no período de 28 a 30 de outubro. Na noite de segunda-feira passada (3), os universitários promoveram caminhada, que saiu do campus em direção à Praça de Eventos do município, onde formaram o nome da instituição utilizando velas.

O rompimento de um cabo elétrico e a falta de estrutura para distribuição de energia provocaram o apagão. De acordo com o diretor do campus, Gilton Sampaio, alunos do turno da noite já tiveram que concluir provas com auxílio de iluminação de velas e celulares. “A falta de autonomia financeira nos impossibilita de executar as medidas em benefício do campus. O que a gente quer é o direito de dar aula”, disse.

O diretor informou que o colegiado do campus deliberou paralisação das aulas, uma vez que não há condições de manter as atividades. “Entre 30% e 40% dos servidores estão atuando. Contudo, alunos de todos os turnos aderiram à paralisação. Não é uma greve. Se o problema for resolvido, eles voltarão às atividades”, disse.

O campus de Pau dos Ferros possui mais de 2.000 universitários. A assessoria de comunicação da Uern divulgou uma nota onde informa que, em virtude da sobrecarga elétrica ocorrida na noite do dia 28 de outubro, que resultou em pane elétrica no Campus Avançado Maria Elisa de Albuquerque Maia, a Universidade vem adotando algumas medidas: troca do disjuntor com vista a garantia de segurança das atividades; substituição do cabo de força que havia rompido; autorização para confecção do projeto de readequação elétrica do campus; contato com empresa especializada, para elaboração de orçamento preliminar, para execução do serviço; e recomendação de algumas medidas de gerenciamento do consumo elétrico no referido campus, conforme memorando no 191/2014/Proad.

Ainda por meio da nota, a Universidade salienta: “Isto esclarecido a administração superior da Uern espera contar com a compreensão da comunidade acadêmica do Cameam, no sentido de manter o funcionamento das atividades acadêmicas e administrativas nos diferentes turnos”.



fonte: Blog do JP.

imagem: Pesquisa Google.