segunda-feira, 14 de setembro de 2015

FPM nunca foi tão perverso e prefeituras do RN estão quebradas






Com base em levantamento feito no Banco do Brasil, a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn) aponta que 29% das prefeituras tiveram a primeira parcela do Fundo de Participação em setembro “zerada”. O FPM que seria creditado na quinta-feira (10) foi “zerado” para 49 dos 167 municípios potiguares e inclui prefeituras de grande e médio portes, como Mossoró e Pau dos Ferros, na região Oeste; Parnamirim, na Região Metropolitana de Natal (RMN) e Currais Novos, na região do Seridó.

De acordo com a Femurn,  o quadro atual do FPM no Rio Grande do Norte mostra que a primeira cota de setembro deste ano foi 38,07% menor em relação a primeira cota de setembro do ano passado. A previsão é de que as três cotas deste mês, fique 10,72% a menor que o mesmo período de 2014. Já em relação a agosto deste ano, estima-se que em setembro o FPM vai ser de menos 21,26%.

Segue reportagem completa: http://tribunadonorte.com.br/noticia/prefeituras-va-o-receber-fpm-21-menor-em-setembro/324314

DO BLOG: 70% das prefeituras do RN estão QUEBRADAS, LITERALMENTE, a situação é tão grave, que dois prefeitos confirmaram a esse blog que agora em setembro, mais de 20 municípios já não vão conseguir pagar suas folhas em dia, irão atrasar e até parcelar, agora uma questão vem ao espelho, quantas fizeram o dever de casa? A crise nos municípios vem se agravando há pelo menos cinco anos tendo uma piora grande nos últimos três, quantos desses gestores tomaram medidas drásticas?


A falta de dinheiro realmente é grande, a seca é outro fato gravíssimo, mas não tenho duvida em afirmar, que as gestões é o pior dos fatores nessa equação.


Fonte: Tribuna do Norte e Blog do JP.
Imagem: Pesquisa Google.