sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Anvisa suspende venda de lotes de Nimesulida e Diclofenáco Sódico

Imagem Ilustrativa ( Pesquisa Google).


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou no Diário Oficial desta quinta-feira (14) dois decretos suspendendo a distribuição, importação, comercialização e uso de quatro medicamentos em todo o território nacional. O decreto suspendeu a comercialização e uso de lotes dos medicamentos Nimesulida, Diclofenáco Sódico e Estolato de Eritromicina. Segundo o órgão, determinação ocorreu após “comprovação de que a empresa Prati Donaduzzi & Cia Ltda. implementou alterações nos processos de produção de medicamentos antes da avaliação desta Anvisa”.
Segundo um levantamento do Instituto de Ciências Tecnológicas e Qualidade Industrial (ICTQ), Belém é a capital com maior diferença entre o valor do Nimesulida, vendido em média a R$ 33,80, com o genérico do medicamento, comercializado por R$ 4,21, cerca de 700% mais barato. De acordo com o Estudo, a diferença média dos preços entre remédios de referência e genéricos é de 200% em Belém, a média mais alta entre as capitais brasileiras.
Um outro decreto publicado hoje suspendeu a venda e uso do medicamento Tapadox, por ser vendido sem registro na Anvisa. O órgão ainda determinou a proibição a propaganda e divulgação do produto, além da apreensão e inutilização do estoque em todo o país.


Fonte: Blog do JP.