quinta-feira, 31 de outubro de 2019

Tetéu de Marinheiro é encontrado morto com tiro no rosto na zona rural de Tenente Ananias



Raimundo Thelsânio Fernandes, natural de Luís Gomes foi encontrado morto no início da tarde desta quarta-feira (30) em uma estrada carroçável do Sítio Cachoeira, na zona rural de Tenente Ananias/RN. O corpo foi encontrado por populares que passavam no local e informaram a Polícia de Tenente Ananias/RN.
De acordo com informações, um único disparo frontal de arma de calibre 12 atingiu a boca de Tetéu de Marinheiro como era conhecido. A Polícia ainda não tem informações sobre a autoria e nem os motivos, já que a vítima tem passagens pela Polícia por crime de homicídio e embriaguez ao volante em Major Sales-RN, tentativa de homicídio em Uiraúna e uso de documentos falso em Cajazeiras/PB. 

Fonte: Nosso Paraná

quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Prefeitura de Rafael Fernandes investe em Saúde para melhoria do atendimento à população




Como a própria imprensa adversária do prefeito Bruno Anastácio está dando publicidade, a Prefeitura de Rafael Fernandes está investindo pesado na melhoria da Saúde do município, principalmente, no que se refere à realização de exames laboratoriais, cuja demanda reprimida deixada pela gestora anterior da Secretaria de Saúde proporcionou um déficit absurdo, inclusive colocando em risco o bem estar da população.

Todavia, o que faltou aos veículos de imprensa que fazem uma oposição atabalhoada ao prefeito Bruno Anastácio foi explicar que os valores atribuídos no ato de contratação em um processo licitatório representam apenas uma estimativa de gastos, e não significa de fato que na prática a prefeitura irá utilizar a totalidade dos recursos estimados, atenção; cujos próprios termos adotados denotam uma mera previsão de gastos e não um ato concreto.

Portanto, o que enxergamos no sensacionalismo utilizado em textos repletos de erros ortográficos em blogs que especularam o assunto é uma estapafúrdia tentativa de insinuar uma conduta ilegal do referido gestor, algo inverídico, conforme o embasamento da Lei nº 8.666, a chamada 'Lei das Licitações'.

O que os blogueiros perseguidores da gestão Bruno Anastácio poderiam reconhecer é que, graças ao ritmo de trabalho dinâmico imposto pela nova secretária de Saúde, Hiudevan Duarte, todos os exames laboratoriais que foram marcados e não realizados, detalhe: pela equipe da antiga secretária, agora terão agilidade, já que o prefeito Bruno autorizou a contratação, obedecendo aos devidos trâmites legais, de dois laboratórios de referência na região para melhoria do atendimento à população.

"O principal objetivo da saúde é preservar a vida e o bem estar das pessoas. Para isso estamos trabalhando forte em ações que beneficiem toda população. E o trabalho realizado tem apresentado bons resultados", destacou a secretária Hiudevan.

Desta forma, espera-se que o déficit na marcação e realização de exames seja sanado no município, algo que representa mais um grande avanço na pasta da Saúde, em apenas dois meses de gestão de Hiudevan Duarte.

"Melhorar a saúde e a qualidade de vida da população é um desafio constante para todo gestor. Aqui em Rafael Fernandes isso é levado a sério. Os cidadãos sempre exigirão o melhor, e com toda razão. Então precisamos estar atentos a esses anseios, investindo e melhorando as condições de atendimento na área da saúde", enfatizou o prefeito Bruno.

Política Pauferrense 

Governo do RN conclui pagamento de outubro nesta quarta-feira

José Aldenir / Agora RN – No dia 15 já foi feito o pagamento integral a quem recebe até R$ 3 mil


O salário dos servidores estaduais amanhece na conta nesta quarta-feira, 30, concluindo o pagamento de outubro. A exceção é para os pensionistas, cujo, crédito vai sendo realizado ao longo do dia.
Hoje é pago 70% do salário de quem ganha até R$ 3 mil, além dos servidores que fazem parte dos órgãos com arrecadação própria.
No dia 15 já foi feito o pagamento integral a quem recebe até R$ 3 mil e aos servidores dos órgãos que compõe a Segurança Pública. Também foi feito o adiantamento de 30% de quem ganha essa faixa salarial.

G1 RN

Pesca de camarão e lagosta será proibida a partir de 1º de novembro por 'provável contaminação química' por óleo no Nordeste

Manchas de óleo em Japaratinga, AL - Foto: Felipe Brasil


O governo publicou nesta terça-feira (29) a instrução normativa que estabelece, em caráter excepcional, períodos adicionais de restrições à pesca de camarão e lagosta, o chamado "defeso".

A medida é motivada pela "provável contaminação química" devido ao derramamento de óleo que levou ao surgimento das manchas de óleo no litoral do Nordeste – desde 30 de agosto, mais de 200 locais foram afetados pelas manchas. O documento ainda cita a "grave situação ambiental" decorrente da poluição pelo petróleo.

A restrição para a pesca de camarões rosa, branco, sete-barbas e lagosta vermelha e verde abrange a divisa dos estados de PE e AL e a divisa dos municípios de Mata de São João e Camaçari, na BA, durante todo o mês de novembro.

De novembro até o fim de dezembro, estão restritas as pescas de camarões rosa, branco, e sete-barbas na divisa da BA e do ES, e na divisa do PI com o CE. A atividade também será restrita entre a Mata de São João e Camaçari, na BA

Parcela extra do seguro defeso

Há uma semana, o governo anunciou que vai pagar uma parcela extra do seguro defeso no mês de novembro a pescadores artesanais que tiveram as atividades afetadas devido às manchas de óleo.

O seguro defeso é um benefício pago a pescadores profissionais impossibilitados de desenvolver suas atividades durante o período de reprodução das espécies, quando a pesca é proibida.

Serão destinados R$ 59,9 milhões para esta parcela extra do seguro. Como o óleo afetou a área marinha, o benefício será pago somente aos pescadores dos locais atingidos, independentemente da espécie pescada, segundo o secretário de aquicultura e pesca da pasta, Jorge Seif Júnior.

G1 

terça-feira, 29 de outubro de 2019

Manchas de óleo voltam a aparecer em seis praias do RN

Manchas de óleo voltam a aparecer em praias do RN - Foto: Reprodução



As manchas de óleo de origem ainda desconhecida voltaram a aparecer em seis praias do Rio Grande do Norte durante o fim de semana, segundo confirmou o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema). Os locais afetados passam por limpeza.

As praias que registraram manchas foram Tabatinga, Búzios e Camurupim, as três no município de Nísia Floresta; a Praia do Giz e a Praia do Amor, em Tibau do Sul, além de Pirangi do Norte, em Parnamirim.
De acordo com o Ibama, desde setembro, o estado teve 46 praias manchadas pelo óleo cru. As seis do último fim de semana já haviam sido atingidas em outras datas.

"Foram identificados como pontos críticos as praias de Búzios e Tabatinga", diz o relatório diário divulgado pelo órgão estatal. O óleo que apareceu nas praias estava separado em partículas, levadas pelas ondas, tornando a limpeza mais difícil.
Ainda de acordo com o Idema, são aguardados para esta segunda-feira (28) os equipamentos de proteção individual (EPIs) que serão repassados aos municípios, com prioridade para os que estão apresentando novos vestígios de óleo.

As manchas de petróleo em praias do Nordeste já atingiram 225 localidades em 80 municípios de 9 estados desde o final de agosto. Os estados em que elas apareceram são Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

A substância é a mesma em todos os locais: petróleo cru. O fenômeno tem afetado a vida de animais e causado impactos nas cidades litorâneas, afetando reservas, turismo e comunidades pesqueiras. A origem da substância poluente está sob investigação.

G1 RN



Secretaria de Saúde realizou almoço de confraternização em comemoração ao 'Dia do Servidor Público', em Rafael Fernandes




Em Rafael Fernandes, a nova secretária de Saúde, Hiudevan Duarte, reuniu todos os funcionários da pasta em um almoço de confraternização para comemorar o "Dia do Servidor Público", nesta segunda-feira (28).



Na visão da secretária Hiudevan Duarte, os servidores públicos são imprescindíveis para o bom funcionamento de uma gestão pública e, portanto, precisam ser exaltados e valorizados tanto como profissionais que prestam valorosos serviços à sociedade, quanto como seres humanos que se esforçam para garantir o bem estar de seus familiares.



Diferentemente de anos anteriores, a nova gestora da saúde fez questão de cumprimentar cada servidor e parabenizá-los pelo empenho demonstrado diariamente no tocante as demandas da pasta.



"Esses servidores têm sempre se dedicado a atender o principal serviço oferecido à população, que é a Saúde. Nosso compromisso é cada vez mais aprofundar o sentido do que é ser servidor público, que é, literalmente, servir à população", disse a secretária municipal de Saúde, Hiudevan Duarte.

Vacinação contra febre aftosa tem nova etapa em novembro no RN

Animais de zero a 24 meses devem ser vacinados, durante nova campanha contra a aftosa no RN - Foto: Idiarn/Divulgação


O Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN (Idiarn) vai começar na próxima sexta-feira (1º) a segunda etapa da campanha de vacinação dos rebanhos do estado contra a febre aftosa, que será realizada durante todo o mês de novembro.

Nesta etapa, a vacinação será obrigatória apenas para os animais de 0 a 24 meses, correspondendo a 30% do rebanho atual, porém, todos os animais deverão ser declarados.

O produtor cadastrado no Idiarn deve adquirir sua vacina em uma das lojas autorizadas a comercialização e, após isso, vacinar os animais e declarar o rebanho em um dos nossos escritórios, Emater ou Secretarias Municipais de Agricultura.

"Com um rebanho de mais de 890 mil animais, o Estado segue mantendo altos índices de cobertura vacinal, dando sequência ao processo de retirada da obrigatoriedade da vacinação. Em maio, durante a primeira etapa deste ano, foi vacinado 97% do rebanho potiguar. Esses números permitem que o RN mantenha o status livre de febre aftosa com vacinação", informou o órgão.

A febre aftosa é uma doença causada por vírus que provoca febre e aftas, principalmente na boca e entre os cascos dos animais, causando perda na produção de leite e carnes.

Em maio 2014, o estado foi reconhecido internacionalmente livre de aftosa com vacinação pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). Com o status, o estado fica autorizado a exportar seus animais, o que beneficia a economia e o agronegócio.

G1 RN

sexta-feira, 25 de outubro de 2019

Cosern doa quase 7 mil equipamentos para projeto que auxilia na limpeza de praias




A Cosern, empresa da Neoenergia, vai doar 6.950 equipamentos de proteção individual (3.100 luvas, 2.800 máscaras, 650 botas e 400 protetores solares) aos voluntários do projeto #SeChegaraGenteLimpa, força-tarefa montada pela Coordenadoria Estadual da Defesa Civil, Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) e Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) para limpar as praias potiguares que por ventura venham a ser atingidas por óleo nos próximos dias.

Nesta sexta-feira (25), das 14h às 16h, um grupo de 40 voluntários da Cosern vai participar de uma capacitação que será realizada no auditório do Centro Administrativo Municipal de Parnamirim. Esse grupo vai se integrar aos 1.800 potiguares que atenderam ao apelo da força tarefa estadual nos últimos dias para atuar no projeto #SeChegaraGenteLimpa.

De acordo com a Defesa Civil, até a tarde da última quarta-feira (23), as praias do litoral potiguar estavam limpas, livres de contaminação e novos monitoramentos estão sendo feitos nesta quinta-feira (24). A capacitação dos voluntários é, portanto, uma medida preventiva. Em caso de chegada de óleo nas praias, o grupo de 1.840 voluntários será dividido e trabalhará de acordo com um calendário a ser divulgado até o próximo sábado (26).

Óleo chega a duas praias da Costa Branca potiguar

Pequenas manchas de óleo apareceram na Costa Branca potiguar - Foto: Misael Alcantara


Pequenas manchas de óleo apareceram na Costa Branca potiguar na manhã desta quinta-feira (24). A substância foi vista na praia da cidade de Grossos e também na Praia de Gado Bravo, no município de Tibau. Desde o começo dos registros no litoral potiguar, a região ainda não tinha sido atingida pelo óleo.
O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) diz que aparição das novas marcas de óleo são preocupantes. O Idema afirma que vai iniciar um monitoramento na área, pois, apesar de ainda serem de pequenas manchas, o Instituto teme que a situação possa se agravar, aumentando o volume.
Há poucos dias, manchas de pequena proporção também apareceram no município cearense de Icapuí, que faz divisa com Tibau. Na cidade potiguar, o óleo foi visualizado por moradores, durante a maré baixa.
Ainda de acordo com o Idema, a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) havia alertado no início da semana para a mudança na direção dos ventos, que começaram a soprar para o norte e poderiam deslocar as substâncias no mar. Os novos registro no litoral Norte do estado podem ser um indício desse alerta.
As manchas de petróleo em praias do Nordeste já atingiram 225 localidades em 80 municípios de 9 estados desde o final de agosto. Os estados em que elas apareceram são Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.
A substância é a mesma em todos os locais: petróleo cru. O fenômeno tem afetado a vida de animais marinhos e causado impactos nas cidades litorâneas. A origem da substância poluente está sob investigação.

G1 RN

Governo decreta ponto facultativo para a próxima segunda-feira

José Aldenir / Agora RN Serviços públicos retomarão à normalidade apenas na terça-feira, 29



A governadora Fátima Bezerra decretou ponto facultativo para as repartições e órgãos da administração direta e indireta na próxima segunda-feira, 28, em alusão ao feriado do ‘Dia do Servidor Público’.
A portaria que regulamenta o ponto facultativo, publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira, 24, aponta que compete aos dirigentes órgãos e entidades da administração pública estadual a dispensa dos servidores.
O texto aponta ainda que a medida não vai afetar serviços essenciais, como Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, polícias Militar e Civil, Samu 192 e hospitais.
Os serviços públicos retomarão à normalidade apenas na terça-feira, 29. 


Agora RN

quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Moto furtada em Rafael Fernandes, foi recuperada pela Polícia após fechar mais um ponto de venda de drogas em Pau dos Ferros




Policiais Civis da Delegacia de Pau dos Ferros, na manhã desta terça-feira (22), fecharam mais um ponto de venda de drogas e recuperaram uma motocicleta furtada na festa de Rafael Fernandes ocorrida na noite de segunda-feira(21).
Os policiais investigavam uma residência suspeita de comercializar droga localizada na rua Professor Magnaldo, bairro Manoel Deodato, quando no momento da abordagem perceberam o morador, identificado como Francisco Giliard Martins Marinho, de 23 anos, mais conhecido como Giliard, correndo pelo quintal da residência com um saco na mão e várias “trouxinhas” de droga caindo pelo chão.
O suspeito conseguiu pular o muro e correr para o mato, deixando para trás sua esposa Samila Cambraio da Silva, de 26 anos, algumas trouxinhas de maconha e vários instrumentos utilizados no tráfico, inclusive uma caderneta com a contabilidade da “boca”. Uma motocicleta furtada na festa de Rafael Fernandes estava escondida no quintal do casal. Samila foi levada para o presídio regional para passar por uma revista feminina e as agentes encontraram droga escondida em seu sutiã.
Samila recebeu voz de prisão e foi autuada em flagrante de delito por tráfico de droga e receptação. A motocicleta recuperada será devolvida ao seu legítimo proprietário.
O esposo de Samila, é considerado fugitivo da polícia e qualquer informação anônima pode ser repassada para o 190 ou 99614.1687 (delegacia).
Após ser autuada em flagrante de delito, ela foi encaminhada para o sistema prisional em Mossoró, onde ficará à disposição da justiça.

Grupo Cidadão 190

Conta de luz: Taxa adicional da bandeira vermelha subirá em novembro



A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou uma mudança nas regras da bandeira tarifária, para retirar o critério de arredondamento das taxa adicional cobrada com o acionamento das bandeiras amarela e vermelha. Com isso, o valor acrescido na conta de luz em caso de bandeira amarela será menor: de R$ 1,343 a cada 100 KWh consumidos, em vez dos atuais R$ 1,5. Já no caso dos patamares de bandeiras vermelhas, o valor subirá: de R$ 4 para R$ 4,169 a cada 100 KWh no patamar 1 e de R$ 6 para R$ 6,243 a cada 100 KWh consumidos no patamar 2.
A mudança ainda passará por consulta pública, entre os dias 23 de outubro e 9 de novembro, para colher mais subsídios e informações adicionais para normatizar a questão. Mas a sistemática já será aplicada em novembro, “em caráter extraordinário”, tendo em vista a “relevante perspectiva de aprimoramento” e de sua potencial “repercussão positiva” sobre o acionamento das bandeiras tarifárias no curto prazo, destacou o diretor relator do processo, Sandoval Feitosa.
Ele lembrou que historicamente os valores das bandeiras vinham sendo arredondados para múltiplos de cinco para garantir uma comunicação mais eficiente com os consumidores de energia elétrica, tendo em vista que o sistema foi criado para sinalizar as condições de custo de geração e garantir cobertura no período entre os processos tarifários. Mas avaliou que o mecanismo de bandeiras vem sendo aplicado há algum tempo e considerou que utilizar o valor preciso é importante, tendo em vista o nível de maturidade alcançado.
“A supressão do arredondamento na definição dos adicionais de bandeiras tarifárias não traz impactos à performance econômico-financeira, e pode dificultar o processo de comunicação aos consumidores. Entende-se, no entanto, que este aspecto é contornável mediante a devida transparência sobre os custos adicionais aos destinatários”, afirmou.
Segundo cálculos da Aneel, somente em 2019, o arredondamento gerou um aumento no pagamento de Bandeiras de R$ 0,96/MWh, o que corresponde a um montante financeiro de cerca de R$ 20 milhões. Feitosa salientou que, considerando a receita de bilhões de reais do setor de distribuição, o impacto do arredondamento na receita é aproximadamente de 0,01%. “O efeito do arredondamento é praticamente nulo, quando comparado às dimensões do setor e os custos envolvidos no sistema de Bandeiras”, disse.
Para os consumidores, Feitosa também avaliou que o uso do arredondamento não traz prejuízo, uma vez que eventuais diferenças nos valores arrecadados são considerados nos reajustes tarifários anuais.
A proposta de retirada do arredondamento foi apresentada à Aneel pela Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados, no início de outubro. 

Portal no Ar

Prova do Enem muda de horário no RN com o fim do horário de verão

Provas do Enem 2019 acontecem nos dias 3 e 10 de novembro. - Foto: Ares Soares/Unifor



A hora do fechamento dos portões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no Rio Grande do Norte em 2019 será alterada, por causa do fim do horário de verão. Desta vez, as provas serão aplicadas uma hora mais tarde no estado potiguar, de acordo com o Ministério da Educação. O Enem ocorrerá nos dias 3 e 10 de novembro.

Os portões de acesso aos locais de prova serão abertos às 12h e fechados às 13h. A prova terá início às 13h30 e o término deve acontecer às 19h. O RN segue o horário de Brasília, assim como os demais estados nordestinos.

No primeiro dia, os candidatos terão cinco horas e meia para fazer a prova. Já no segundo dia de aplicação, os estudantes terão cinco horas para responder às questões. Conforme o edital do Enem, os estudantes que chegarem após o fechamento dos portões ou esquecerem de levar documento de identificação com foto não poderão fazer a prova.


G1 RN

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

PARABÉNS RAFAEL FERNANDES PELOS SEUS 56 ANOS DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA



História 

Fé e tradição!! Não podemos negar, nas narrativas de nossa história, a forte influência religiosa no povoamento de nossa terra. Foi em 1917, que a senhora Umbilina Maria da Conceição – filha de Francisco Martins de Oliveira – motivada pela fé, ao compadecer de um problema de saúde nos olhos, elevou sua prece à santa protetora da vista: Santa Luzia.

Oh Umbilina!!! Sua prece ecoou aos quatro cantos da região como um sinal de fé, de resistência de um povo forte que não perde jamais a esperança, e com o olhar da fé, descobre neste ato, a grandeza do celebrar em mutirão, pois a promessa de Umbilina resultou no celebrar de um novenário em sua residência no período de 04 a 13 de dezembro.

Escola Estadual Mano Marcelino ( década de 1950)


Com muita festa, a primeira novena foi celebrada na casa de Francisco de Oliveira Filho, irmão de Umbilina. E assim, em cada mistério, cada terço, em cada oração, entre lamparinas e lampiões, acendia cada vez mais a fé de um povo de Deus. Tal atividade abriu caminhos para crescentes visitas e estadia em nossa terra pelo povo da região. Somos então, povo hospitaleiro na fé.

Igreja Matriz de Santa Luzia, construída na década de 40


Somente em 1943, a comunidade Varzinha, já mais desenvolvida, e através do senhor José Silva de Oliveira (mais conhecido como Zequinha, dono de farmácia e pai do ex-prefeito Nilton Silva) e Maria Alzira Pinheiro, nos despretensiosos jogos de “Sueca” externaram a Francisco de Oliveira Filho a necessidade de se construir uma capela, para melhor acomodar as pessoas que a cada ano vinham participar do novenário.


Em face desse desejo de se construir um templo, Francisco Oliveira Filho se propôs a doar 04 (quatro) tarefas de terras para ser feita a capela. Diante desta doação, José Silva de Oliveira entrou em contato com o padre Manoel Caminha Freire que marcou data para a celebração de uma missa, com o fim de sentar a pedra fundamental para a construção da capela, símbolo de uma religiosidade marcada na história desse povo.

Rafael Fernandes Gurjão, natural de Pau dos Ferros,
nascido a 24/10/1891 e falecido em 11/06/1952. ( Ilustre potiguar, à qual nossa cidade recebeu seu nome, como forma de homenageá-lo)


A missa ocorreu 1944 na casa de José Ferreira da Costa, nesta época, morava o seu vaqueiro João Carlos (ou João Carro). Após, saíram em caminhada para sentar a pedra fundamental no local onde se encontra atualmente construída a capela de Santa Luzia.

Antônio Justino de Oliveira (primeiro prefeito do município)


A construção da referida capela foi feita à base de mutirão, foram muitas as mãos calejadas pelo trabalho, mas abençoadas pela fé, que ergueram a capela de Santa Luzia. Várias pessoas doaram materiais e outros à força do trabalho. Citamos o nome de algumas pessoas que muito contribuíram para a sua construção e se mantiveram na memória coletiva e em registros: Francisco de Oliveira Filho pela doação do terreno, José Silva de Oliveira (Zequinha) pela iniciativa da construção da capela, Egídio Chagas do Nascimento, Luiz Chagas do Nascimento, Chicó Alfredo, João Felipe de Oliveira, Sebastião José de Oliveira e Olímpio Mariano da Costa (Olímpio Joca), pelo trabalho voluntário.

Vista da Av. Egídio Chagas - Abril/2019


Destacamos, ainda, Agostinho Ventura que doou toda a madeira, que encontrava no sítio Balanço, sendo as mesmas retiradas por João Felipe de Oliveira e Sebastião José de Oliveira, merece destaque também Adalto Lopes que doou os carros de boi para o transporte da referida madeira.

Ressaltamos também a contribuição de Adelino Aires que doou uma madeira de 54 palmos para a confecção do coro da capela, bem como, o sino sendo o mesmo confeccionado por seu irmão na cidade de Mossoró/RN. Não poderíamos deixar de lembrar também dos trabalhos realizados por Francisco Silvino da Costa (Silvino Lagoa) e Adalto Maia da Costa, que também contribuíam para a construção da capela de Santa Luzia e de tantas outras pessoas que, devido à falta de registros históricos, não podemos mencionar aqui, mas sabemos que o anonimato merece também nosso reconhecimento.

No ano de 1953 – é Aprovada a Lei nº 56, de 21 de dezembro de 1953 que elevou o Povoado de Varzinha a categoria de Distrito, com o nome Rafael Fernandes. Projeto de autoria do Deputado Estadual Israel Ferreira Nunes. O Governador á época era Silvio Pisa Pedrosa. 

E é somente, com uma década depois, 21/10/1963 - Aprovada a Lei nº 2964 de 21 de outubro de 1963 cujo Projeto de Lei foi de autoria do Deputado Estadual Israel Ferreira Nunes. O Governador á época era Aluísio Alves.

Portanto, hoje, dia 21 de outubro, nossa cidade completa 56 anos de emancipação política. E durante todo esse tempo, nosso pedaço de chão, no germinar de tantos filhos, nos nutriu também como filhos seus, nos batizou, consagrando-a como nossa terra, nos colocando como parte dessa história, porque em seu barro fomos moldados.



Uma homenagem do Portal Rafael Fernandes!

Da redação com José Gevildo Viana, 
Fonte: Escritos de Alex Maia, Imagens: Arquivo do Portal Rafael Fernandes

sexta-feira, 18 de outubro de 2019

No RN, 10% mais pobres vivem com R$ 155 por mês, aponta IBGE

José Aldenir / Agora RN – Em todo o País, 10,4 milhões de pessoas (5% da população) sobrevivem com R$ 51 mensais, em média


Os rendimentos da população 10% mais rica do Rio Grande do Norte são 46 vezes maiores do que os rendimentos dos 10% mais pobres. Essa concentração, referente a 2018, é a mais alta registrada nos últimos sete anos. Em 2012, os 10% mais ricos ganhavam 32 vezes mais que os 10% mais pobres. Em 2017, essa razão era de 36 vezes. A conclusão está na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada nesta quarta-feira, 16, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Segundo o levantamento, enquanto os 10% mais pobres da população tiveram um decréscimo de 7,7% no rendimento médio mensal, entre 2017 e 2018, passando de R$ 168 para R$ 155, o rendimento dos 10% mais ricos aumentou 18,2%, variando de R$ 6.060 para R$ 7.161.
O Piauí, no Nordeste, é a unidade da federação onde está a maior disparidade entre esses dois grupos populacionais: os 10% mais ricos ganham 72 vezes mais que os 10% mais pobres. Santa Catarina, na região Sul, apresenta uma diferença de 12 vezes, a menor do Brasil.
Em todo o País, segundo a Pnad Contínua, a metade mais pobre da população, quase 104 milhões de brasileiros, vivia com apenas R$ 413 mensais, considerando todas as fontes de renda. No outro extremo, o 1% mais rico – somente 2,1 milhões de pessoas – tinha renda média de R$ 16.297 por pessoa. Ou seja, essa pequena fatia mais abastada da população ganhava quase 40 vezes mais que a metade da base da pirâmide populacional.
Em todo o País, 10,4 milhões de pessoas (5% da população) sobrevivem com R$ 51 mensais, em média. Se considerados os 30% mais pobres, o equivalente a 60,4 milhões de pessoas, a renda média per capita subia a apenas R$ 269.
Mesmo passada a crise econômica, a desigualdade se agravou. A renda domiciliar per capita dos 5% mais pobres caiu 3,8% na passagem de 2017 para 2018. Ao mesmo tempo, a renda da fatia mais rica (1% da população) cresceu 8,2%.
O Índice de Gini da renda domiciliar per capita – medida de desigualdade de renda numa escala de 0 a 1, em que quanto mais perto de 1 maior é a desigualdade – subiu de 0,538 em 2017 para 0,545 em 2018, patamar auge na pesquisa.
No RN, esse Índice foi estimado em 0,535. Já Índice de Gini do rendimento médio mensal real de todos os trabalhos, por sua vez, foi estimado em 0,509 no Brasil. No RN, esse Índice foi estimado em 0,529. Isso significa que a desigualdade de renda entre os trabalhadores do Rio Grande do Norte é maior que a nacional, havendo um crescimento Índice de Gini do rendimento médio mensal real de todos os trabalhos dos potiguares, que passou de 0,487, em 2017, para 0,529 em 2018.
Os mais pobres ficaram mais pobres, os mais ricos ficaram mais ricos, confirmou Maria Lucia Vieira, gerente da Pnad. Para a pesquisadora, o fenômeno tem relação com a crise no mercado de trabalho, que afetou especialmente o extrato de trabalhadores com menor qualificação e menor remuneração.
“Continuam no mercado de trabalho aqueles que ganham mais”, justificou Maria Lucia Vieira.
No Rio Grande do Norte, as mulheres têm rendimento médio mensal de 81% da renda dos homens; no Brasil, de forma semelhante, o rendimento médio mensal é de 79% do obtido pelos homens. No RN, os homens têm rendimento médio de R$1.819, e as mulheres, R$1.479; enquanto no Brasil, os homens têm rendimento de R$2.460, e as mulheres, R$1.938.
No Rio Grande do Norte, pessoas pardas têm rendimento médio mensal equivalente a 73% das brancas; as autodeclaradas pretas, 66%. O rendimento das pessoas brancas é de R$ 2.040; pardas, R$ 1.481; e pretas, R$ 1.338. 

Agora RN

quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Serviços da Operação Tapa Buraco tem início na RN 117 ,Tenente Ananias/RN reivindicação do GO tenente-ananiense junto ao governo estadual



No primeiro semestre deste ano o grupo oposicionista(GO) da cidade de Tenente Ananias se uniram e se deslocaram até a capital do estado para audiência junto a governadora Fátima Bezerra em busca de melhorias para atualmente terra dos crediaristas, dentre as reivindicações destacou-se como prioridade a reestruturação da RN 117 construída há mais de 30 anos, a falta de manutenção adequada das rodovias estaduais e em especial na região da tromba do elefante, considerando essas ações de suma importância para o desenvolvimento regional, a situação dessa rodovia já foram temas de matérias em sites e blogues da região. 



Na manhã desta terça-feira (15) o DER deu início a operação tapa buraco no trecho partindo do trevo de acesso da RN 079 a 117 destino Tenente Ananias/RN, em atendimento ao pedido do Grupo Oposicionista (G.O) , que também contou a participação de um aliado forte , o deputado federal Benes Leocádio. 

Um dos integrantes do grupo ressaltou que todos têm acompanhado de perto toda a problemática envolvendo a situação que se encontra Tenente Ananias e juntos reforçaram o pedido para pavimentação asfáltica da estrada que liga Tenente Ananias ao Lastro/PB, obra prometida pelo Governo anterior e não realizada, considerando essas ações de suma importância, unidos buscando junto aos órgãos competentes uma resposta que possa de fato atender os anseios da população.

Nosso Paraná

Caixa e BB iniciam nova fase de pagamento do PIS/Pasep



O abono salarial dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) do calendário 2019/2020 começa a ser pago nesta quinta-feira (17) para os beneficiários nascidos em outubro e servidores públicos com final de inscrição 03.
A Caixa Econômica Federal é responsável pelo pagamento do abono salarial do PIS. Os pagamentos são disponibilizados de forma escalonada conforme o mês de nascimento do trabalhador.
Os titulares que possuem conta individual na Caixa com cadastro atualizado receberam o crédito automático antecipado ontem (15).
Os primeiros a receber o abono foram os nascidos em julho, no caso dos trabalhadores da iniciativa privada. Quanto aos servidores públicos, os que têm inscrição iniciada em zero.
Os trabalhadores que nasceram até dezembro recebem o PIS ainda este ano. Os nascidos entre janeiro e junho terão o recurso disponível para saque em 2020.
Os servidores públicos com o dígito final de inscrição do Pasep de 0 e 4 também recebem este ano. Já no caso das inscrições com o final entre 5 e 9, o pagamento será no próximo ano.
O fechamento do calendário de pagamento do exercício 2019/2020 será no dia 30 de junho de 2020.
Quem tem direito

O benefício é pago ao trabalhador inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos, que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias ao longo de 2018 com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.
Para ter direito ao abono também é necessário que o empregador tenha informado os dados do empregado na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) 2018.
Para os trabalhadores que tiverem os dados declarados na Rais 2018 fora do prazo e entregues até 25 de setembro de 2019, o pagamento do abono salarial estará disponível a partir de 4 de novembro de 2019, conforme calendário aprovado. Após esse prazo, o abono será pago no calendário seguinte.
Os trabalhadores que tiverem os dados dos últimos cinco anos corrigidos e declarados pelos empregadores na Rais também terão seu abono liberado conforme o calendário regular. Se os empregadores encaminharem correções do cadastro a partir de 12 de junho de 2020, os recursos serão liberados no próximo calendário.
O teto pago é de até um salário mínimo (R$ 998), com o valor calculado na proporção de 1/12 do salário. A quantia que cada trabalhador vai receber é proporcional ao número de meses trabalhados formalmente em 2018.
Os herdeiros também têm direito ao saque. No caso de falecimento do participante, herdeiros têm que apresentar documentos que comprovem a morte e a condição de beneficiário legal.
Como sacar o PIS

O pagamento do PIS é feito pela Caixa e o do Pasep, pelo Banco do Brasil. Os clientes da Caixa e do Banco do Brasil recebem o dinheiro diretamente na conta.
Segundo a Caixa, beneficiários que não têm conta no banco e os que possuem Cartão do Cidadão com senha cadastrada podem pegar o recurso em casas lotéricas, ponto de atendimento Caixa Aqui ou terminais de autoatendimento da Caixa.
Caso não tenha o Cartão do Cidadão, o valor pode ser retirado em qualquer agência do banco. Nesse caso, é preciso apresentar um documento de identificação oficial.
O valor do benefício pode ser consultado no aplicativo Caixa Trabalhador, no site da Caixa ou pelo Atendimento Caixa ao Cidadão pelo 0800 726 0207.
De acordo com o banco, o total disponibilizado para o pagamento do PIS no atual calendário é de R$ 16,4 bilhões, beneficiando 21,6 milhões de trabalhadores.
Como receber o Pasep

No caso do Pasep, pago pelo Banco do Brasil, mais de 2,9 milhões de trabalhadores têm direito ao abono, totalizando R$ 2,6 bilhões.
Este ano, a novidade é que correntistas de outras instituições financeiras podem enviar transferência eletrônica disponível (TED) sem custos. Para os clientes Banco do Brasil, o crédito automático em conta será feito dois dias antes da liberação dos pagamentos.
Entre os servidores públicos e militares, com direito ao saque do abono no exercício 2019/2020, cerca de 1,6 milhão não têm conta no Banco do Brasil. Para facilitar o recebimento, esse público não precisará se deslocar a uma das agências do banco.
Na página da internet criada pelo BB para o pagamento do benefício, o servidor poderá solicitar a transferência bancária do valor do seu abono, de acordo com o calendário de pagamento. A transferência também pode ser feita em qualquer terminal de autoatendimento do Banco do Brasil, antes mesmo do início do atendimento físico nas agências.
Os demais beneficiários (cerca de 1,3 milhão de trabalhadores) são correntistas do banco.
Para saber se tem direito ao abono, o trabalhador pode consultar o site www.bb.com.br/pasep ou telefonar para a Central de Atendimento do Banco do Brasil, nos telefones 4004-0001 e 0800-729-0001.
Histórico

As leis complementares nº 7 e 8 de 1970, respectivamente, criaram o PIS e o Pasep. A partir de 1976, foi feita a unificação dos programas no Fundo PIS/Pasep. Até outubro de 1988 os empregadores contribuiam ao Fundo de Participação PIS/Pasep, que distribuía valores aos empregados na forma de cotas proporcionais ao salário e tempo de serviço.
Após a promulgação da Constituição de 1988, as contribuições recolhidas em nome do PIS/Pasep não acrescentam saldo às contas individuais. Os recursos passaram a compor o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), para o custeio do Programa do Seguro-Desemprego, do Abono Salarial e a financiamento de programas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
O abono salarial que não for retirado dentro do calendário anual de pagamentos será devolvido ao FAT. 

Agência Brasil

Falta de estrutura nos portos direciona 60% da produção potiguar para o Ceará

José Aldenir / Agora RN


Uma semana após a Codern ter negado uma queda nas operações portuárias, apontada em reportagem pelo Agora RN, a recuperação dos portos de Natal e de Areia Branca foi o tema de uma reunião nesta terça-feira, 15, entre a governadora Fátima Bezerra, o vice-governador Antenor Roberto, secretários de Estado, o diretor-presidente da Companhia Docas do RN (Codern), almirante Elis Treidler Öberg, o presidente da Federação das Indústrias do RN (Fiern), Amaro Sales, e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Portuários, Silvano Barbosa.
Um possível descontingenciamento de R$ 7 bilhões, pelo Ministério da Infraestrutura, aumentou a esperança quanto à liberação de uma emenda de R$ 54 milhões da própria Fátima Bezerra, quando ainda era senadora, aprovada pelo Orçamento da União para 2019 e destinada à recuperação do Porto Ilha/Terminal Salineiro (Areia Branca).
“Tratamos aqui na reunião dos investimentos urgentes e necessários para melhorar a infraestrutura portuária do nosso estado, que é fundamental para que a gente possa ampliar os investimentos e gerar mais empregos e renda para o povo do Rio Grande do Norte”, justificou Fátima.
Por sugestão da governadora, a presidência da Codern irá remeter uma carta ao ministro Tarcísio Freitas (Infraestrutura), a qual ela endossará através de contato pessoal, solicitando a liberação dos recursos da emenda (ou parte deles), para que o Porto Ilha, um dos principais meios de escoamento da produção salineira, de frutas e de pescado do estado, seja recuperado. “
Além da liberação dos R$ 54 milhões para este ano, ficou acertado que a Codern irá sugerir uma emenda de no mínimo R$ 40 milhões para a reestruturação portuária do RN. Segundo o presidente da Companhia, Elis Treidler Öberg, o RN perdeu cerca de 15% das operações de fruticultura para o Ceará. “Atualmente 60% da nossa produção vai para lá. Precisamos urgentemente fazer melhorias para atrair de volta as operações”, disse o almirante.
O empresário Airton Torres, que representou os produtores de sal na reunião, admitiu que devido ao sucateamento do Porto Ilha, o Brasil passou a importar o produto, algo inédito. “Estamos perdendo de três a quatro navios por ano. Por causa das nossas deficiências operacionais, estamos em defasagem”, descreveu.
Por conta da diminuição das operações nos portos, o presidente do sindicato dos portuários falou da preocupação dos trabalhadores avulsos quanto à falta de oferta de trabalho e a preocupação dos funcionários da Codern sobre o desmonte do Porto Ilha. “Viemos reforçar o pedido de apoio porque a reestruturação portuária é algo extremamente necessário para o estado”, concluiu. 

Agora RN

quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Prefeitura realiza abertura oficial da SECARF 2019 em Rafael Fernandes

Shows acontecerão em praça pública


Na manhã desta quarta-feira (16), aconteceu a solenidade de abertura oficial da Semana Cultural e Artística de Rafael Fernandes (SECARF), que celebra os 56 anos de Emancipação Política do município.

A solenidade aconteceu em frente a Prefeitura Municipal, agora Palácio "José de Nicodemos Ferreira", (in memorian), uma homenagem ao ex-prefeito de Rafael Fernandes, que por muitos anos trabalhou pelo povo rafaelense, deixando um grande legado em sua vida pública e como cidadão, e que partiu nos deixando no início deste ano.

Dezenas de pessoas se fizeram presentes, inclusive alunos das escolas municipais e estaduais do município. O prefeito Bruno Anastácio, o Vice Sérgio Sena, Secretários (as) e funcionários também participaram. Após o hino Nacional ser entoado pela cantora local Lúcia leite, houve o hasteamento das bandeiras, homenagens, e a apresentação da Filarmônica  José Francisco de Oliveira Vaz, de Rafael Fernandes, declarando assim aberta as festividades alusivas ao aniversário da cidade.

A programação cultural seguirá até a próxima segunda (21), dia em que Rafael Fernandes irá comemor 56 anos de emancipação política.

Confira a programação: