quinta-feira, 18 de outubro de 2018

União reconhece situação de emergência em 147 municípios do RN; em Rafael Fernandes, Açude Gangorra encontra-se quase seco

Açude Santana (Gangorra), é o maior reservatório do município de Rafael Fernandes - Foto: Reprodução/InterTV Cabugi


O Ministério da Integração Nacional, por meio de Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, reconheceu, em decorrência da seca, a situação de emergência em 147 municípios do Rio Grande do Norte – o que representa 88% dos municípios potiguares. No estado, faz 7 anos que as chuvas estão abaixo da média histórica.



O reconhecimento foi formalizado por meio de portaria publicada na edição desta quarta-feira (17) do Diário Oficial da União. Veja AQUI a portaria e a lista completa dos 147 municípios potiguares em situação de emergência.

Reservatórios secos

Dos 47 reservatórios monitorados pelo Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte (Igarn), 13 encontram-se atualmente abaixo de 5% de suas capacidades de armazenamento.

Entre os reservatórios completamente secos está a Barragem Marechal Dutra, em Acari, na região Seridó, um dos maiores do estado. Mais conhecido como Gargalheiras, ele tem capacidade para mais de 44 milhões de metros cúbicos de água. Contudo, de acordo com monitoramento feito nesta terça (16), o nível atual é 0% do volume total.

O Gargalheiras foi inaugurado em 1959. E, segundo o Igarn, esta é a primeira vez, às vésperas de completar 60 anos, que a barragem seca completamente.

Açude Santana (Gangorra)

O açude Santana, mais conhecido com "Gangorra", é o maior reservatório de água do município de Rafael Fernandes, é também um dos mais antigos do estado do RN, sua construção data de meados de 1908, sendo inaugurado em 1915. 

Com capacidade para mais de 7.000.000,00 (sete milhões de metros cúbicos), hoje ele encontra-se com apenas; 23.333,00 (vinte e três mil, trezentos e trinta e três, metros cúbicos), 0,33% do volume, segundo dados da SEARH-RN (Secretaria da Administração e dos Recursos Humanos), Divulgados no último dia 21/09.

Redação, com G1 RN