quarta-feira, 18 de março de 2020

UFRN registra tremores de terra no interior do estado e em meio ao Oceano Atlântico

UFRN Imagem detalha com uma estrela vermelha o local onde houve o tremor


Estações da Rede Sismográfica Brasileira, operadas por técnicos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), registraram dois tremores de terra nas últimas 48 horas.
O primeiro, de magnitude 4.7 na escala Richter, foi em meio ao Oceano Atlântico, mais precisamente a 660 quilômetros do arquipélago de São Pedro e São Paulo, e distante cerca de 1.305 quilômetros de Natal. O segundo, de 1.5, aconteceu no município de Pureza, no interior potiguar.
O abalo no oceano aconteceu por volta das 17h30 do domingo (15), mas a informação só foi confirmada pelo Laboratório de Sismologia da UFRN nesta terça-feira (17), quando também foi divulgado o tremor em Pureza, que aconteceu às 23h29 da segunda (16), mais precisamente na parte norte da Falha de Samambaia.
Outros tremores
Na manhã do dia 10 deste mês, a UFRN também registrou um tremor de terra próximo ao arquipélago de São Pedro e São Paulo. Na ocasião, o epicentro aconteceu a 1.715 quilômetros da capital potiguar, com magnitude de 5.0.
Ainda no dia 10, mas à noite, a terra também tremeu em Pureza. A magnitude foi de 1.7 na escala Richter, no município de Pureza, na parte norte da Falha de Samambaia, na noite desta terça-feira (10).


Blog do JP