sexta-feira, 19 de junho de 2020

ABC se manifesta contra o retorno do futebol no Rio Grande do Norte


 

Foto: Alexandre Lago

O clube manifestou apoio à posição do médico responsável pela Comissão Médica da Federação Norte-rio-grandense de Futebol, Antônio Araújo, que também não concorda com o retorno do futebol nos próximos dias. "No momento, não há nenhuma segurança para os atletas e funcionários do clube. Mesmo realizando a testagem em massa, como diz o protocolo, não possuímos retaguarda de leitos no estado", diz um trecho do comunicado.

O departamento médico ainda frisa que, "caso a diretoria opte pelo retorno aos treinos", a data mínima para reinício seria 1º de agosto, com a testagem de todos os atletas, funcionários e familiares nos dias 25 e 26 de julho.

- O pensamento do departamento médico do ABC, de todos os profissionais envolvidos, é que nós só voltaremos se tivermos condições plenas de preservar a saúde dos atletas. Isso significa termos a liberação do Ministério da Saúde, da Secretaria Estadual de Saúde, e ter uma autorização do conselho estadual de medicina - disse o médico Roberto Vital em entrevista à rádio CBN Natal.

Vital também se mostra preocupado quanto à sequência do Campeonato Potiguar, já que nem todos os clubes possuem condições financeiras para realizar a testagem e cumprir as exigências da CBF.

- Se a gente for pensar no nosso campeonato estadual, os oito clubes terão condições de fazer os exames e os protocolos que a CBF exige? Não adianta ABC e América fazerem os testes, e o outro clube qualquer não fazer. Nós vamos jogar com outro clube sem ter nenhuma segurança? A gente tem muitos questionamentos e poucas respostas - declarou.


G1 RN