Business

header ads

Projetos de geração de energia eólica no mar em licenciamento representam dobro da capacidade atual de produção do RN

 


Dois novos projetos de produção de energia eólica offshore, com turbinas que serão implantadas no mar, entraram em processo de licenciamento ambiental em janeiro, no Rio Grande do Norte.

Com isso, foi elevada para 12,84 Gigawatts (GW) a potência total cadastrada em projetos desse tipo para o estado.

O número é o dobro do total de 6,43 Gigawatts que o RN já tem em capacidade instalada nos parques eólicos em terra, a maior registrada entre os estados do Brasil.

O mapa atualizado dos complexos em processo de licenciamento ambiental divulgado pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) aponta que, com a inclusão dos novos projetos, chega a sete o total de empreendimentos de produção offshore em análise pelo órgão.

Os complexos eólicos que esperam licenciamento no Rio Grande do Norte preveem a instalação, no mar, de um total de 875 aerogeradores - as turbinas que convertem a energia dos ventos em energia elétrica. Atualmente, o estado tem 2.655 aerogeradores em parques eólicos terrestres.


G1 RN

Postar um comentário

0 Comentários