Business

header ads

Idosa é presa em flagrante por injúria racial contra vizinho em Natal


 


Uma idosa foi presa em flagrante por injúria racial no fim da tarde desta terça-feira (31), em Natal. Segundo a polícia, a mulher teria chamado seu vizinho - um homem negro - de "macaco seboso" e "macaco lixo".

O estudante acionou a Polícia Militar por volta das 16h, após ter sido alvo das ofensas racistas. A mulher confirmou a versão dele aos policiais, foi levada à delegacia de plantão da Zona Sul da cidade e recebeu voz de prisão em flagrante.

A vítima contou que teve uma discussão com a idosa de 64 anos, vizinha dele no bairro Planalto, na Zona Oeste da cidade. Foi durante a briga que a mulher teria cometido o crime de injúria racial.

Um familiar da suspeita, que pediu para não ser identificado, argumentou que a idosa tentou defender o marido, na discussão, e seria uma pessoa de pouca instrução.

Segundo a Polícia Civil, a injúria racial é a ofensa a alguém em razão da raça, cor, etnia ou origem.

Foi sancionada em janeiro uma lei que aumentou a pena para injúria racial. A lei equipara a injúria ao racismo. A pena é de dois a cinco anos de prisão e pode ser dobrada se cometida por duas ou mais pessoas.

 

G1 RN

Postar um comentário

0 Comentários