Business

header ads

Comércio varejista potiguar cresce mais que média nacional e registra aumento de 6,5% em agosto, diz IBGE

 



O volume de vendas do comércio varejista do Rio Grande do Norte cresceu 6,5% em agosto na comparação com julho, segundo dados da Pesquisa Mensal do Comércio do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados nesta quarta-feira (14). O aumento foi maior que a média nacional, que ficou em 3,4% no mês.

Com o resultado do mês de agosto, o varejo potiguar chegou ao quarto mês consecutivo de crescimento nas vendas do varejo. Somente duas unidades da federação tiveram redução do volume de vendas em agosto frente a julho.

Apesar dos resultados positivos, no acumulado do ano, as perdas ainda acumulam mais de 6% de perdas para o segmento. Agosto foi o primeiro mês, desde o início da pandemia, em que o volume de vendas superou o mesmo período em 2019.

Na comparação de agosto de 2020 com o mesmo mês do ano passado, o volume de vendas do varejo potiguar cresceu 2,9%. Foi o quarto menor crescimento, na comparação com agosto de 2019, entre os estados brasileiros.

Varejo ampliado

O comércio varejista ampliado cresceu 5,4% em agosto em relação ao mês anterior, também acima da média do Brasil (4,6%). Na comparação com agosto de 2019, a variação positiva foi de 3,1%, o terceiro menor crescimento entre as unidades da federação nessa perspectiva.

O varejo ampliado é composto pelos segmentos do varejo acrescido dos segmentos de venda de “veículos, motocicletas, partes e peças” e “material de construção”.

Serviços

De acordo com o IBGE, o volume de serviços potiguar também teve um crescimento acima da média nacional. O aumento foi de 3,9% em agosto, na comparação a julho, quando no Brasil, a média fo de 2,9%. Além do Rio Grande do Norte, outras 20 unidades da federação apresentaram expansão do volume de serviços em agosto. No Nordeste, sete estados cresceram nesse aspecto.

No acumulado de 12 meses, no entanto, o estado ainda registra queda de 11,2% no volume de serviços.


G1 RN

Postar um comentário

0 Comentários