terça-feira, 13 de outubro de 2015

Produtores nordestinos desbravam o mercado internacional




Há bem pouco tempo, levar os melões e melancias, produzidos na região de Mossoró, para o exigente consumidor europeu era um sonho bem distante para os proprietários da Sweet Fruit, uma pequena empresa potiguar que há um ano produz, em média, 48 toneladas de frutas por semana. Mas, as pretensões de alcançar o mercado internacional estão prestes a se tornar uma realidade. A empresa fechou um contrato com um grupo alemão e vai exportar quatro containers por semana das duas frutas, podendo aumentar para seis containers, a partir de 2017. Com essa negociação, deverão ser exportadas 384 toneladas mensais.
De acordo com o coordenador de vendas e faturamento da Sweet Fruit, Widenilson de Paiva, o contrato será assinado em março, já que a operação está vinculada à safra que inicia em agosto de 2016. “Como o dólar está instável não temos como precisar valores, mas estimamos que o contrato seja fechado R$ 700 mil por mês, durante os sete meses de safra, o que representa um total estimado de R$ 4,9 milhões”.


Blog do JP.