quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Ex-companheiro acusado de matar técnica de enfermagem em Sousa é preso em ação policial

A jovem foi brutalmente assassinada enquanto trabalhava (Foto: Arquivo Pessoal)


A jovem Francisca da Silva de 28 anos foi morta a tiros em seu ambiente de trabalho no início da semana, pelo seu ex-companheiro, de 48 anos.
O acusado foi preso após uma ação policial, foi conduzido para a delegacia e resguardou o seu direito de falar apenas em juizo.
O delegado que está a frente do caso, Dr. Vicente Honório disse que o acusado disse apenas que a arma utilizada no crime foi descartada pelo acusado em uma estrada que dá acesso ao sítio cadeado, na região de Sousa, e o que teria motivado p crime, segundo o acusado, teria sido uma traição.
Luana, como era mais conhecida era cativante e sonhadora. Há cerca de 3 dias estava estagiando em um escritório de seguros, para prover o seu sustento e o da filha.
Em suas redes sociais, os amigos da jovem deixaram mensagens lamentando a sua partida e dizendo o quanto ela era querida por todos.

Diário do Sertão