terça-feira, 30 de junho de 2020

Vacina de Oxford pode ser distribuída este ano, diz Astrazeneca, A vacina está sendo testada no Brasil



A vacina contra o covid-19, desenvolvida pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, com testes no Brasil, poderá ficar disponível à população ainda este ano. A afirmação foi feita por Maria Augusta Bernardini, diretora-médica do grupo farmacêutico Astrazeneca. O grupo anglo-sueco participa das pesquisas da universidade inglesa em parceria com Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

“Esperamos ter dados preliminares quanto a eficácia real já disponíveis em torno de outubro, novembro”, disse Bernardini. Segundo ela, apesar de os voluntários serem acompanhados por um ano, existe a possibilidade de distribuir a vacina à população antes desse período.

“Vamos sim analisar, em conjunto com as entidades regulatórias mundiais, se podemos ter uma autorização de registro em caráter de exceção, um registro condicionado, para que a gente possa disponibilizar à população antes de ter uma finalização completa dos estudos”, acrescentou, destacando que os prazos podem mudar de acordo com a evolução dos estudos.

Segundo ela, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) tem se mostrado disposta a colaborar. A vacina está atualmente na fase três de testes. Isso significa, de acordo a Unifesp, que a vacina se encontra entre os estágios mais avançados de desenvolvimento. O Brasil é o primeiro país fora do Reino Unido a iniciar testes com a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e um dos motivos que levaram à escolha foi o fato de a pandemia estar em ascensão no país.

“O Brasil é um grande foco de crescimento, de mortalidade, o que nos coloca como ambiente propício para demonstrar o potencial efeito de uma vacina. Para isso precisamos ter o vírus circulante na população e esse é o cenário que estamos vivendo”, disse Bernardini. Ela participou, hoje (29), de uma conversa, transmitida ao vivo pela internet, com o embaixador do Reino Unido no Brasil, Vijay Rangarajan.

A diretora-médica da Astrazeneca também destacou que a atuação de pesquisadores brasileiros em Oxford e sua reputação foi outro fator influenciador para trazer a pesquisa para o Brasil. “Isso fortaleceu a imagem a reputação científica do Brasil, além de facilitar, trazer com agilidade o estudo em termos de execução”.

Vantagens da vacina de Oxford

Segundo ela, a vacina de Oxford tem vantagem sobre outras em desenvolvimento no mundo pois, além de usar uma plataforma já conhecida e testada em vírus como Mers e Ebola, funcionaria com uma dose única. “Estamos desenvolvendo uma vacina em dose única. É um diferencial. […] Outro diferencial que temos é que sabemos que potencial da geração de anticorpos é muito forte, muito positivo”.


Agência Brasil

Governadora anuncia que aulas presenciais podem ser retomadas em agosto no RN

Governadora Fátima Bezerra - José Aldenir / Agora RN




A governadora Fátima Bezerra anunciou nesta terça (30) que as aulas presenciais no Rio Grande do Norte podem ser retomadas no dia 14 de agosto. As aulas estão suspensas desde 18 de março por causa da pandemia do coronavírus.

Em entrevista ao Bom Dia RN, da Inter TV Cabugi, Fátima afirmou que a retomada das aulas presenciais "passa por uma série de medidas porque tem que se dar de maneira muito segura" e que a data ainda é um indicativo e não está definida.

"Temos uma grande preocupação do ponto de vista da aprendizagem. A maior parte dos alunos da rede pública não têm internet, e o Enem tá aí, vai ter Enem. Estamos muito preocupados com isso e a discussão que está sendo feita é para que a gente possa retomar as aulas a partir de 14 de agosto", afirmou a gestora.

"Ainda não é tempo de normalidade"

A governadora ainda alertou a população que, apesar do início da retomada das atividades econômicas do Rio Grande do Norte, ainda "não é tempo de normalidade" e é preciso manter o distanciamento social. O primeiro decreto que suspendeu o funcionamento das atividades econômicas por causa da pandemia do coronavírus é de 20 de março.

A gestora disse ainda que novos leitos devem ser abertos ainda esta semana para que o Estado chegue à taxa de 80% de ocupação. Além disso, a governadora afirmou que o Estado vai requisitar leitos de hospitais privados para atendimento no SUS.

"Vamos requisitar, se necessário, aos hospitais privados para que esses leitos que foram instalados para pacientes da Covid-19 não sejam desmobilizados para que a gente possa contratar mais leitos da rede privada", disse.

O decreto de 4 de junho previa como condição essencial para a implementação inicial do plano de retomada gradual das atividades econômicas no Rio Grande do Norte "que exista desaceleração da taxa de transmissibilidade da COVID-19 de maneira sustentada e a ocupação dos leitos públicos de UTI seja inferior a 70%".

No entanto, de acordo com a governadora, essa taxa de ocupação de leitos agora deve ser de, no mínimo, 80%. Na manhã desta terça (30) a ocupação era de 87%. "Ainda esta semana serão entregues 15 leitos no Hospital João Machado para pacientes com Covid-19, o que vai diminuir essa taxa de ocupação", disse a gestora.

Ela ressaltou que a retomada deve ser feita seguindo todos os protocolos de segurança sanitária que inclui, dentre outras coisas, a obrigatoriedade do uso da máscara e a disponibilização de álcool em gel em todos os estabelecimentos comerciais.

"Nós não queremos ter retrocesso, muito pelo contrário, nós queremos que essa retomada se dê de forma gradual, segura e para isso o compromisso de todos é fundamental. Entender que não estamos em tempo de normalidade de maneira nenhuma, é tempo de ficar em casa, só sair quando realmente necessário, e quando sair não esquecer do uso da máscara. As empresas têm que cumprir fielmente todos os protocolos do decreto para que nós tenhamos uma retomada com toda a segurança e tranquilidade que a população do RN deseja e merece".

Apesar disso, a governadora afirmou que titubeará em retroceder na retomada das atividades se a taxa de ocupação de leitos e a taxa de transmissibilidade da Covid-19 aumentarem. "Eu não titubearei, em primeiro lugar, a defesa da vida. O emprego a gente corre atrás, a aula a gente repõe, mas a vida não tem volta de maneira nenhuma", disse.

"Continuamos recomendando e pedindo às prefeituras que os acessos às praias continuem interditados. Continuaremos com todas as medidas de distanciamento social, elas são extremamente necessárias para que esse primeiro passo da retomada gradual seja seguro, para que a gente dê um passo seguro para as fases 2 e 3", concluiu.



Agora RN


Rafael Fernandes resiste a pandemia; Município do Alto Oeste é o único do RN que ainda não possui registro de casos confirmados do Covid-19.

Rafael Fernandes é o único município do RN, sem registro de casos de Covid-19 - Foto/Reprodução



Até o presente momento, a Secretaria Municipal de Saúde, informa que não há nenhum registro de caso positivo para o Covid-19, sendo desta forma, o município de Rafael Fernandes, o único dentre os 167 do Estado do Rio Grande do Norte, sem registro da doença.

 Vale ressaltar o trabalho conjunto na gestão do prefeito Bruno Anastácio (DEM) de todas as secretarias municipais no combate a pandemia, que também atuaram no sentido de orientar toda a população a seguir as normas, decretos e orientações preventivas de saúde e que, portanto, estão resultando, no afastamento do novo Coronavírus na cidade até a data de hoje, segunda-feira (29 de Junho).

No histórico das ações desencadeadas, frise-se que, ainda no mês de março, a Secretaria Municipal de Saúde de Rafael Fernandes instaurou um "Comitê Municipal de Enfrentamento ao novo Coronavírus (2019-nCoV)", formado por profissionais da Atenção Básica e coordenados pela Secretária Municipal de Saúde, Hiudevan Duarte.

Na sequência, a Secretária Hiudevan Duarte publicou a Portaria 01, de 17 de março de 2020, a qual determinou a suspensão por prazo indeterminado de todas às ações coletivas realizadas pela Secretaria de Saúde, dentre elas ações da Equipe NASF, da Equipe de Saúde na Escola, Grupo de Gestantes, Pesagens do Programa Bolsa Família dentre outras, como se vê no teor da referida Portaria.

Além disso, concomitante ao empenho na orientação à população, a Secretaria de Saúde tratou de realizar a capacitação dos profissionais em saúde, tanto na forma de assepsia pessoal, quanto dos locais de trabalho, bem como na forma de notificação dos casos suspeitos, adequação de uma sala só para o isolamento desses casos, preenchimento da fixa específica, e a comunicação imediata com a chefia da Vigilância em Saúde do Município, incluindo locomoção adequada do paciente até o Hospital Regional de Pau dos Ferros para realização de exames e encaminhamentos de pacientes direto para suas residências, onde lá deverá cumprir sua quarentena.

"Ademais, importa informar que atualmente mantemos abertas duas Unidades de Saúde e ampliamos os dias de atendimento médico, passando a ser de segunda a sábado, atendimento esse que se diferencia da realidade da maioria dos municípios da região, que em regra só oferecem atendimento médico de quatro a cinco dias por semana", destacou a secretária Hiudevan.

Em uma das frentes de atuação no combate ao COVID, a Secretaria de Saúde de Rafael Fernandes vem mantendo a prestação de seus serviços a população de Rafael Fernandes, entregando a todos os seus servidores os Equipamentos de Proteção Individual necessários a segurança no trabalho e à saúde de seus servidores.

"Luvas, álcool em gel e álcool 70, máscaras cirúrgicas e máscaras N95, tocas, óculos de proteção e protetores faciais (Face Shields), os equipamentos essenciais para garantir a proteção da saúde de nossos servidores vem sendo entregues e seu uso vem sendo obrigatoriamente exigido em nossas unidades de saúde", frisou Hiudevan.


Criação de Protocolos e Notificações Próprios do Município

 

A Secretaria de Saúde de Rafael Fernandes criou um protocolo da forma de registro dos casos, investigação, manejo e adoção de medidas preventivas, como; notificação de estabelecimentos Comerciais, visitação em todos os restaurantes, lanchonetes e bares, farmácias e casa lotérica do município, ocasião em que foram repassadas orientações acerca de medidas preventivas ao contágio e propagação do COVID-19, inclusive através de carros de som.

Notificação de pessoas que vem de fora da cidade, de locais onde o COVID-19 encontra-se mais disseminado: também é vista como uma ação diferenciada como forma de proteção aos habitantes do município. Também, quando acontece a divulgação da morte de algum munícipe, independente do dia, um servidor da vigilância em saúde vai até a casa da família e entrega uma orientação expressa sobre às formas de prevenção contra o novo coronavírus, tal informativo discrimina medidas de controle de aglomerações.

De acordo com a secretária Hiudevan, a gestão municipal não apenas criou um espaço para realização dos swabs e testes rápidos nos casos enquadrados como suspeitos (espaço este que funciona na Maternidade), como também Rafael Fernandes foi uma das primeiras cidades a realizar tais testes, detalhe: sem necessitar encaminhar o paciente para o Hospital Regional.

A interdição de algumas vias públicas, no afã de reduzir o risco de aglomerações, como praças públicas, desinfecção das vias públicas, segundo o Protocolo da ANVISA, desde o dia 03 de abril de 2020 até os presentes dias, também vem garantindo tranquilidade à população local.

Ademais, em parceria com o Governo do Estado do Rio Grande do Norte, a Secretaria de Saúde efetuou a compra de máscaras de proteção facial, que estão sendo entregues à população e, por último, a realização de barreiras sanitárias na BR-405, principal via de acesso e que transpassa toda a cidade, tem tornado eficaz o trabalho preventivo da gestão Bruno Anastácio que coloca o município de Rafael Fernandes como referência no Estado em relação ao combate a pandemia que assola o mundo inteiro.



Política Pau-Ferrense  

segunda-feira, 29 de junho de 2020

Beneficiários do Bolsa Família têm hoje parcela de auxílio emergencial




Mais 1,9 milhão de beneficiários do Bolsa Família com Número de Identificação Social (NIS), final 9, recebem hoje (29) a terceira parcela do auxílio emergencial. 

Os integrantes do programa começaram a receber a terceira parcela no último dia 17. Os primeiros a receber foram os beneficiários com NIS final 1. E os últimos serão os beneficiários com NIS final 0, amanhã (30).

Os repasses de R$ 600 a R$ 1.200 obedecem ao calendário habitual do programa até 30 de junho.

O auxílio emergencial é parte das ações do governo federal para reduzir os impactos socioeconômicos causados pela pandemia de covid-19.

Confira calendário de pagamento para beneficiários do Bolsa Família:


Agência Brasil 

Águas do Rio São Francisco chegam ao Ceará




As águas do Rio São Francisco chegaram nesta sexta-feira (26) ao Ceará, com o acionamento da comporta do Eixo Norte do Projeto de Integração do São Francisco. A cerimônia teve a presença do presidente República, Jair Bolsonaro.

Com a abertura da comporta, as águas que já abastecem o Reservatório Milagres, em Pernambuco, passarão pelo Túnel Milagres, na divisa dos dois estados, chegarão ao Reservatório Jati e seguirão, por fim, até a Paraíba e o Rio Grande do Norte.

“Esse é um marco para o Ceará, para o Rio Grande do Norte e para todo o Nordeste. Além de garantir água a milhões de pessoas, o Eixo Norte impulsionará o desenvolvimento econômico na região que sempre enfrentou muita escassez hídrica”, disse o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, que também participa do evento..

O Projeto de Integração do Rio São Francisco soma 477 quilômetros de extensão é o maior empreendimento hídrico do país. Quando todas as estruturas e sistemas complementares nos estados estiverem em operação, cerca de 12 milhões de pessoas em 390 municípios de Pernambuco, da Paraíba, do Ceará e Rio Grande do Norte serão beneficiadas.

 

Agência Brasil 

Com informações do Ministério do Desenvolvimento Regional

RN tem 24.301 casos confirmados de Covid-19 e 937 mortes causadas pela doença



O Rio Grande do Norte tem 24.301 casos confirmados de Covid-19 e 937 pessoas mortas pela doença. Os números são os mais recentes sobre o avanço da pandemia no estado e foram divulgados neste domingo (28) pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap).

Aos domingo, a Sesap não divulga o boletim epidemiológico detalhado sobre o novo coronavírus. A Secretaria repassa à imprensa somente os dados referentes a mortos, infectados, casos descartados e recuperados.

Neste sábado (27), a Secretaria de Saúde não repassou os números da pandemia e nem publicou o boletim. A Sesap não informou o motivo pelo qual não o fez.

De acordo com esses dados enviados neste domingo (28), as pessoas que contraíram o vírus e já se curaram da Covid-19 são 2.904 no estado potiguar. Com relação aos casos descartados, são 37.256.

 

Situação do coronavírus no RN

937 mortes

24.301 casos confirmados

31.928 suspeitos

37.256 descartados

2.904 recuperados



G1 RN

sexta-feira, 26 de junho de 2020

Rafael Fernandes: Servidores da Secretaria de Saúde e Polícia Militar atuaram em ações integradas de prevenção à Covid-19 no município





A equipe de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Rafael Fernandes, em parceria com a Polícia Militar do município e alguns voluntários, iniciaram as ações do "Pacto Pela Vida", operação esta criada pelo Governo do Rio Grande do Norte, que tem por fim orientar a população e promover a desmobilização de aglomerações.



Por ocasião, à Equipe de Vigilância em Saúde, acompanhada da Polícia Militar visitaram em loco, todos os estabelecimentos comerciais da zona urbana e rural da cidade, fiscalizando o cumprimento das medidas de prevenção adotadas para funcionamento e de forma educativa, promovendo orientações. 



Além disso, também foi realizada a instauração de Barreiras Sanitárias na BR-405, via que transpassa a cidade.



Neste período, além das ações integradas com apoio entre a Saúde e a Segurança Estadual necessitamos, mais do que nunca da colaboração da população, para prevenir o contágio e disseminação do novo coronavírus (Covid-19), em nossa amada cidade.



Assessoria

RN atinge pico da pandemia de Covid-19, diz Secretaria Estadual de Saúde

Alessandra Lucchesi, subcoordenadora de vigilância epidemiológica do RN - Foto: Governo do RN/Reprodução
                                  

O Rio Grande do Norte atingiu o pico da pandemia de Covid-19 nesta quinta-feira (25), segundo garantiu Alessandra Lucchesi, subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap). A ocupação de leitos está em 96%.

"Analisando o cenário epidemiológico, a gente consegue evidenciar que estamos sim no pico da pandemia aqui no estado"

Em outras palavras, isso significa dizer que o estado chegou ao pior estágio da doença e a tendência é de que a curva dos casos confirmados e de óbitos por coronavírus se estabilize e comece a cair em seguida. No entanto, é necessário passar pelo pico para saber se ele, de fato, foi atingido.

Por esse motivo, a Sesap afirma que irá observar o comportamento da doença pelos próximos 10 dias. O panorama anunciado nesta quinta-feira (25) pela pasta é baseado no cenário atual (casos, mortes e taxa de transmissibilidade), que reflete o período de uma a duas semanas atrás, o que é chamado de "delay" epidemiológico.

"Vale salientar que existem diferenças de região para região, são muitas variáveis, mas isso é o que temos hoje. Os dados de hoje informam o que aconteceu há sete, dez, doze dias atrás. O que nós esperamos é que o número de casos e mortes continue alto, mas não crescente de forma exponencial, e depois a curva comece a cair", explica Alessandra Lucchesi.

O quadro do Rio Grande do Norte mostra que a doença cresceu rapidamente ao longo das últimas semanas, o que para a Sesap é o principal indicativo de que a pandemia tenha atingido o seu pior momento. Na quarta-feira (24), o estado registrou 64 mortes em 24 horas.

Mais da metade dos óbitos e casos confirmados desde o início da pandemia no estado, no dia 12 de março, foram registradas no mês de junho. Segundo a Sesap, o RN tem 22.599 casos confirmados e 858 óbitos por coronavírus, os dados divulgados em entrevista coletiva deverão ser publicados no boletim epidemiológico da secretaria nesta quinta (25).


G1 RN


quinta-feira, 25 de junho de 2020

Ano letivo da rede estadual vai acabar apenas em 2021, diz SEEC

Sala de Aula - Foto/Reprodução




O ano letivo de 2020 na rede de ensino do Rio Grande do Norte foi impactado pelas medidas de isolamento social impostas por causa da pandemia. As aulas seguem suspensas até 6 de julho, conforme determina o último decreto do Governo do Estado.

A Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC) projeta que a suspensão pode ser renovada por mais alguns dias, a depender da curva de contágio da Covid-19. São cerca de 215 mil estudantes que estão com as aulas suspensas desde março.

A definição do retorno das atividades escolares fica a cargo do Comitê de Emergência em Saúde, gerenciado pela Secretaria de Saúde Pública (Sesap), que aconselha o Executivo nas ações de enfrentamento ao novo coronavírus.

Após a definição da data, SEEC divulgará o novo calendário letivo que será concluído apenas em 2021. Estratégias que minimizem o impacto das aulas suspensas no ensino da estudantes estão analisadas e desenvolvidas.

A secretaria ainda não sabe quais protocolos serão adotados nas aulas presenciais, como uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) e aferição de temperatura, pois as medidas de prevenção considerarão os recursos sanitários disponíveis no período do retorno.

A SEEC pontua que a dificuldade enfrentada pelo Estado potiguar na volta às aulas é compatível com os demais estados da federação e com alguns outros países.

Neste contexto, a enquete sobre a escolha das datas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 foi aberta no último sábado (20), pelo Ministério da Educação (MEC). Os candidatos terão até 30 de junho para escolher uma das três opções de datas: a primeira prevê provas em dezembro; a segunda, em janeiro de 2021; a terceira, em maio de 2021.



Agora RN

RN é líder nacional em produção de energia eólica, aponta CCEE


Aerogeradores de energia eólica em São Miguel do Gostoso (RN). - Foto: Felipe Gibson/G1



O Rio Grande do Norte tem a maior capacidade instalada de usinas eólicas em operação comercial do Brasil. Os dados foram analisados em abril e constam no InfoMercado Dados Gerais, que foi publicado pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). Ao todo, o RN tem capacidade de gerar 4.358,38 MW de energia.

"Esse marco é uma conquista e também representa a reafirmação do Rio Grande do Norte e da sua vocação para geração de energia eólica. O Estado tem aumentado sua capacidade instalada de maneira quase ininterrupta, sendo acompanhado por investimentos importantes nesse período", falou Darlan Santos, diretor presidente do Centro de estratégias em Recursos Naturais e Energia do RN (Cerne).

De acordo com o Cerne, o estado atualmente tem 156 usinas em operação, 16 em construção e outros 51 projetos contratados, em que as obras ainda não foram iniciadas.

"Nossa posição geográfica favorece muito a qualidade dos ventos que sopram na nossa costa. Eles têm a característica de serem estabilizados, não são rajadas. Com isso, muitos projetos eólicos começaram a fazer medição de vento há muito tempo, e em 2009, quando o governo fez o primeiro leilão de energia eólica, nós já tínhamos muitos projetos."

Atrás do RN, os estados que mais concentram capacidade de geração de energia pela força dos ventos são Bahia, Ceará, Rio Grande do Sul e Piauí. Segundo o CCEE, os dados ressaltam a predominância do Nordeste e do Sul neste tipo de fonte.

O relatório aponta que no mês de abril as eólicas tiveram uma geração média de energia de 4.220 MW - o número é o que 17% maior que o de abril de 2019. O consumo de energia registrado no Sistema Interligado Nacional (SIN), por sua vez, caiu 11,9%: de 65.186 MW médios para 57.442 MW médios em abril deste ano em comparação ao mesmo mês de 2019.

De acordo com o CCEE, o mercado regulado apresentou queda de 11,3%, chegando a 40.473 MW médios, enquanto o mercado livre viu a demanda recuar 13,2%, indo para 16.970 MW médios. Segundo a câmara, esse comportamento é explicado pela migração de consumidores e pelas medidas restritivas em função do coronavírus.

G1 RN

Rio Grande do Norte registra 64 mortes por Covid-19 em 24 horas





A Secretaria Estadual de Saúde Pública divulgou nesta terça-feira (24) que o Rio Grande do Norte chegou a 21.844 casos confirmados de Covid-19 e 814 mortes pela doença. Comparado com o boletim epidemiológico do dia anterior, são 64 óbitos a mais, o maior número registrado em 24 horas durante a pandemia. No total, 55.593 testes de coronavírus já foram realizados no estado.

A Sesap registrou ainda que o RN conta com 29.624 casos suspeitos e 34.020 descartados, além de 99 mortes sob investigação. O número de recuperados não foi atualizado - segue com 2.035 pessoas.

Na terça-feira (23), o Rio Grande do Norte tinha 20.075 casos confirmados e 750 mortes por Covid-19.

Situação do coronavírus no RN

814 mortes

21.844 casos confirmados

29.624 suspeitos

34.020 descartados

2.035 recuperados

99% de ocupação dos leitos públicos de UTI

90% de ocupação dos leitos privados de UTI

55.593 testes feitos (26.599 RT-PCR + 28.994 testes rápidos)


G1 RN


quarta-feira, 24 de junho de 2020

24 de junho, dia de São João Batista, padroeiro da comunidade Espaduado da Pista em Rafael Fernandes




História 

João Batista (Judeia, 2 a.C. — 27 d.C.) foi um pregador judeu do início do século I, citado pelo historiador Flávio Josefo e os autores dos quatro Evangelhos da Bíblia.

Segundo a narração do Evangelho de São Lucas, João Batista era filho do sacerdote Zacarias e Isabel, prima de Maria, mãe de Jesus. Foi profeta e é considerado, principalmente pelos cristãos ortodoxos, como o "precursor" do prometido Messias, Jesus Cristo.

A importância do seu nome João advém do seu significado que é "Deus é propício" e apelidaram-no "Baptista" pelo fato de pregar um baptismo de penitência (Lucas 3,3) . Baptizou muitos judeus, incluindo Jesus, no rio Jordão, e introduziu o batismo de gentios nos rituais de conversão judaicos, que mais tarde foram adaptados pelo cristianismo.

É o único santo cujo nascimento e martírio, em 24 de Junho e em 29 de Agosto respectivamente, são evocados em duas solenidades pelos cristãos.

Ele é o padroeiro de Riacho de Santana, e que hoje encerra a sua festa de uma forma diferente, devido a pandemia do Covid-19, as celebrações aconteceram de forma online, e sem a presença de fiéis, logo mais a tarde, acontece a benção com a imagem de São João Batista, que irá passar pelas ruas daquela cidade.

Na comunidade Espaduado da Pista, zona rural de Rafael Fernandes, o encerramento acontece também com a benção da imagem, que irá passar por toda a comunidade. 

Pedimos à todos, que permanecem em casa! 


Redação 

Adiamento das eleições para 15 e 29 de novembro é aprovado no Senado Fonte: Agência Senado

Senadores votaram a PEC 18/2020 em dois turnos durante sessão remota nesta terça


 

O Plenário do Senado aprovou em votação remota o adiamento para os dias 15 e 29 de novembro, do primeiro e do segundo turnos, respectivamente, das eleições municipais deste ano, inicialmente previstas para outubro, em decorrência da pandemia de coronavírus.

O texto aprovado nesta terça-feira (23) foi um substitutivo do senador Weverton (PDT-MA) à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 18/2020. A matéria segue agora para análise da Câmara dos Deputados.

Com a previsão das eleições ainda para este ano, fica garantido o período dos atuais mandatos. A data da posse dos eleitos também permanece inalterada. Prefeito, vice-prefeito e vereadores têm mandato de quatro anos e tomam posse em 1º de janeiro.

A proposta torna sem efeito — somente para as eleições municipais deste ano — o artigo 16 da Constituição, segundo o qual qualquer lei que alterar o processo eleitoral só se aplicará à eleição que ocorrer após um ano de sua vigência.

O senador Weverton explicou que as eleições foram adiadas por 42 dias e com isso também os prazos do calendário eleitoral que estão por vencer:

— Em se confirmando esse texto na Câmara dos Deputados e virando lei, nós vamos manter o mesmo calendário eleitoral previsto para as eleições de 4 de outubro. Ou seja, o período de rádio e TV é o mesmo, o período de Internet é o mesmo, da convenção até o dia da eleição é o mesmo, nós fizemos apenas umas adaptações quanto ao calendário pós eleição por conta do tempo. Mas todos têm de ficar bastante atentos porque não houve aumento de tempo de TV, todos os tempos são os destinados na legislação.

Convenções e campanhas

As emissoras podem transmitir programas apresentados ou comentados por pré-candidatos até 11 de agosto. A partir dessa data, esse tipo de transmissão fica proibido.

A PEC define também o período entre 31 de agosto e 16 de setembro para a realização das convenções para escolha dos candidatos pelos partidos e a deliberação sobre coligações.

Até 26 de setembro, partidos e coligações devem solicitar à Justiça Eleitoral o registro de seus candidatos.

Após 26 de setembro, inicia-se a propaganda eleitoral, inclusive na internet. A Justiça Eleitoral convocará os partidos e a representação das emissoras de rádio e de televisão para elaborarem plano de mídia.

Partidos políticos, coligações e candidatos devem, obrigatoriamente, divulgar o relatório discriminando as transferências do Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, os recursos em dinheiro e os estimáveis em dinheiro recebidos, bem como os gastos realizados em 27 de outubro.

Vai até 15 de dezembro o prazo para o encaminhamento à Justiça Eleitoral do conjunto das prestações de contas de campanha dos candidatos e dos partidos políticos e comitês, relativos ao primeiro e, onde houver, ao segundo turno das eleições.

A diplomação dos candidatos eleitos ocorrerá em todo o país até o dia 18 de dezembro.


Fonte: Agência Senado

terça-feira, 23 de junho de 2020

Testes com vacina de Oxford contra covid-19 começam em São Paulo

 

Os testes em voluntários brasileiros da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, contra a covid-19, doença respiratória causada pelo novo coronavírus, tiveram início no último fim de semana na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), informou em nota, na noite de ontem (22), a Fundação Lemann, que financia o projeto.

Os testes da vacina ChAdOx1 nCoV-19 no Brasil foram anunciados no início do mês e deverão contar, de acordo com a Unifesp, com dois mil voluntários em São Paulo e com mil no Rio de Janeiro, onde serão realizados pela Rede D'Or.

"No último final de semana (20 e 21 de junho), a Fundação Lemann teve a oportunidade de celebrar com os parceiros envolvidos e especialistas responsáveis, o início dos testes em São Paulo para a vacina ChAdOx1 nCoV-19, liderada globalmente pela Universidade de Oxford", informou a Fundação Lemann, do bilionário empresário Jorge Paulo Lemann.

Segundo a Unifesp, os voluntários em São Paulo serão profissionais de saúde entre 18 e 55 anos e outros funcionários que atuam no Hospital São Paulo, ligado à Escola Paulista Medicina, da Unifesp.

Registro da vacina deve sair este ano

No início do mês, a Unifesp informou que os testes com voluntários brasileiros contribuirão para o registro da vacina no Reino Unido, previsto para o fim deste ano. O registro formal, entretanto, só ocorrerá após o fim dos estudos em todos os países participantes, disse a universidade.

A vacina, cujo pedido de testes no Brasil foi feito à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pela farmacêutica AstraZeneca, está atualmente na fase 3 de testes, "o que significa que a vacina encontra-se entre os estágios mais avançados de desenvolvimento", disse a Unifesp.

O Brasil é o primeiro país fora do Reino Unido a iniciar testes com a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e um dos motivos que levaram à escolha foi o fato de a pandemia estar em ascensão no país.

Outra vacina contra a covid-19, desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac, deverá começar a ser testada no Brasil no mês que vem, em parceria com o Instituto Butantan, vinculado ao governo do Estado de São Paulo.

Este teste, segundo o instituto, será financiado pelo governo paulista e deverá contar com nove mil voluntários. Caso a vacina seja bem-sucedida, o acordo prevê a possibilidade ser produzida Instituto Butantan.

Agência Brasil 


Brasil registra 654 novas mortes por Covid-19 em 24h; casos são 1.106.470




O Brasil registrou 654 novas mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo balanço atualizado divulgado nesta segunda-feira (22) pelo Ministério da Saúde. Com isso, o número total de óbitos pela doença chegou a 51.271.

Em um dia, 21.432 registros da doença foram feitos no país, elevando o número total de casos confirmados do novo coronavírus para 1.106.470. Segundo dados do Ministério da Saúde, desse total, 571.649 (51,7%) representam os pacientes que se recuperaram da doença.

São Paulo é o Estado com maior número de casos confirmados da Covid-19, 221.973, com 12.634 mortes. Em seguida, o Rio de Janeiro, com 97.572 casos e 8.933 óbitos; e o Ceará, com 94.158 confirmações e 5.604 mortes.


Agora RN

Em sistema drive-thru, prefeitura inicia testagens em massa na Zona Norte de Natal

Esquema para realização dos exames vai acontecer no sistema de “drive-thru”




Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS) inicia nesta terça-feira (23) a segunda fase da testagem rápida da população. O local escolhido foi o Ginásio Nélio Dias, no bairro de Lagoa Azul, Zona Norte da capital.

O esquema para realização dos exames vai acontecer em sistema de “drive-thru”, das 8h às 17h, até sexta-feira (26). A permanência no interior dos veículos é obrigatória em todas as etapas.

A Secretaria de Saúde de Natal não acatou a recomendação do Ministério Público do Estado (MPRN), que, ao lado do Ministério Público Federal, editou recomendação para que o serviço de testagem em massa fosse interrompido. A alegação é de que o elevado número de testes feitos vai resultar no esgotamento do material adquirido, sem atendimento aos casos prioritários, bem como impede a testagem de servidores da saúde e da segurança pública.

Por sua vez, a SMS explica que os testes rápidos já foram aplicados profissionais de saúde de Natal. Segundo a Prefeitura, a testagem teve início na Rede de Urgência e Emergência. Com relação aos testes dos profissionais de segurança, o Governo Federal enviou um lote de testagem que incluí esses profissionais, a compra realizada pela Prefeitura contempla profissionais de saúde e população. O serviço de testagem deste público é feito pelo Governo do Estado.

Ainda de acordo com a SMS, a primeira fase de testagem da população contabilizou 5.425 pessoas. O público alvo são pessoas a partir de 60 anos, esse público representa 80% dos óbitos na capital, e portadores de comorbidades.

Para maior fidedignidade do teste é importante que a pessoa tenha apresentando sintomas de um quadro de Covid-19 pelos últimos 10 dias do início dos sintomas de uma síndrome respiratória: com febre, tosse ou dor de cabeça, por exemplo.

O acesso dos carros ao local se dá pela Avenid do Baião, com percurso sinalizado e orientação da Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU). O teste rápido no drive acontece com média de um atendimento por minuto, onde o sangue é coletado através do dedo, para reagir numa lâmina. O resultado com até 24 horas através de laudo é disponibilizado na internet, por meio de protocolo e senha fornecidos durante a coleta.

“Essa análise verifica os índices de IgG e IgM de cada pessoa, que são imunoglobulinas relacionadas às memórias e as defesas de cada pessoa em relação ao coronavírus. Quando o resultado é positivo para IgG, indica que o organismo teve algum contato com o vírus e produziu anticorpos; já o IgM positivo mostra que a infecção foi recente e o corpo iniciou a produção desses anticorpos”, explica Elineide Alves de Melo, chefe do Departamento de Diagnóstico e Incorporação de Novas Tecnologias da SMS Natal.


Agora RN

segunda-feira, 22 de junho de 2020

Estudante de Medicina morre em Mossoró vítima de coronavirus





Morreu neste domingo (21), o estudante de medicina da Universidade Potiguar (UNP), Vital Avelino Maia Neto, 23 anos, vítima do coronavírus.

Ele estava internado há alguns dias, essa semana teve uma melhora substancial, chegou a mandar mensagem para um grupo de amigos, mas infelizmente não resistiu.

O CREMERN emitiu nota de pesar em solidariedade aos familiares do médico Alexandre Avelino Moreira Maia pela perda precoce de seu filho e estudante de medicina Vital Avelino Maia Neto, vítima da Covid-19 na cidade de Mossoró na região Oeste do Rio Grande do Norte.



RN registra taxa de isolamento social abaixo de 40% no fim de semana

Comércio do Alecrim, Natal, RN - Foto: Pedro Vitorino/Cedida

A taxa de isolamento social no Rio Grande do Norte está abaixo dos 40%. O índice é um dos termômetros utilizados pelo governo do estado para traçar estratégias de combate à pandemia do novo coronavírus no RN. Da sexta-feira (19) para o sábado (20), a taxa de distanciamento oscilou de 36,8% a 39,1%.

Os números estão bem abaixo do considerado ideal pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) para frear o avanço da Covid-19, que seria entre 60 e 70%. O índice registrado na sexta-feira (19) de 36,8% foi o pior desde 20 de março, quando o estado ainda não contabilizava mortes pelo coronavírus.

O levantamento é da empresa In Loco, que tem feito um acompanhamento nacional sobre o assunto, com base em dados de 60 milhões de brasileiros, usuários de vários aplicativos de smartphones. O distanciamento social é recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma das principais formas de controle do contágio do novo coronavírus.

O pior registro em três meses ocorreu em meio a operação "Pacto pela Vida", que começou no dia 4 de maio com o objetivo de intensificar as fiscalizações. As ações começaram com o fechamento de lojas e camelódromo no Alecrim, maior centro comercial da capital potiguar.

No início das fiscalizações, o comandante da PM Alarico Azevedo ressaltou que contava com o apoio da população para aumentar os índices de isolamento. "Entendemos que muitas vezes as pessoas precisam sair de casa para abrir o comércio, mas precisamos fazer esse esforço porque a vida é mais importante", disse à época.

Dentro do período da "Pacto pela Vida", o RN chegou a registrar taxas próximas de 50% em três dias diferentes, mas os números caíram. A última taxa calculada pela empresa de tecnologia In Loco foi de 39,1% no sábado (20). A média nacional de isolamento também é de 39,1%.

G1 RN

Totalmente esburacado trecho da RN - 177, entre São Miguel/Coronel João Pessoa põe em risco quem trafega





Um dos trechos mais prejudicados entre as rodovias estaduais do RN, é sem dúvidas o da RN-177 que liga São Miguel à Coronel João Pessoa, na região do Alto Oeste Potiguar.



Dois deputados estaduais que têm suas bases eleitorais na tromba doe elefante, especialmente nos municípios de São Miguel e Coronel João Pessoa. O quase que "eterno deputado estadual" Raimundo Fernandes e o deputado por duas legislaturas, Galeno Torquato, deveriam envergonhar-se de ver o trecho de liga estas cidades, como hoje está. Aliás, faz tempo. É uma verdadeira tábua de pirulito. Buracos não se conta por unidades, e sim, por centena. Creio que somente de dois em dois anos estes senhores transitam nesta estrada. Caso contrário, já teriam tomado uma providência.

Um dos trechos, que é a chegada a Vila Campo Limpo, então, que por ser imensamente íngreme, oferece risco constante a todos os veículos que trafegam por aquela rodovia. Um zique-zague contínuo para livra-se dos buracos, faz com que os ocupantes dos transportes que utilizam aquele setor da pista, rezar para tudo que é santo, para chegar em paz em suas residências.

Redação com RN Política em Dia
Imagens: Júnior de Bebel

sexta-feira, 19 de junho de 2020

A Prefeitura de Rafael Fernandes está tocando em ritmo acelerado a grande obra de pavimentação da Avenida Egídio Chagas, sendo que 80% do trecho já foi concluído, detalhe: com recursos próprios




A expectativa da Secretaria de Obras e Urbanismo, de acordo com o Secretário Geverton Fernandes Costa, é de que nos próximos dias o serviço seja finalizado.



"A gestão municipal realiza esta importante e tão sonhada obra, atendendo assim os anseios da população, que há décadas aguardavam ver, a principal rua de nossa cidade calçada", frisou o secretário Geverton.

A obra está sendo realizada pela gestão do prefeito Bruno Anastácio (DEM) em um trecho da Av. Egídio Chagas, mais precisamente no Centro, local de bastante movimentação de pessoas e veículos, tendo em vista as margens da rodovia BR-405, que corta toda a cidade.

As obras de pavimentação e infraestrutura visam maior segurança e fluidez do trânsito, além de dar uma cara nova para a nossa cidade, era um antigo sonho do povo de Rafael Fernandes, e que está sendo realizado agora na nossa gestão. Além da Egídio Chagas, diversas outras ruas já foram calçadas, e não paramos por aqui, o nosso compromisso é cada vez mais, garantir uma maior qualidade de vida para o povo rafaelense", disse o prefeito Bruno Anastácio.


Política Pauferrense 

ABC se manifesta contra o retorno do futebol no Rio Grande do Norte


 

Foto: Alexandre Lago

O clube manifestou apoio à posição do médico responsável pela Comissão Médica da Federação Norte-rio-grandense de Futebol, Antônio Araújo, que também não concorda com o retorno do futebol nos próximos dias. "No momento, não há nenhuma segurança para os atletas e funcionários do clube. Mesmo realizando a testagem em massa, como diz o protocolo, não possuímos retaguarda de leitos no estado", diz um trecho do comunicado.

O departamento médico ainda frisa que, "caso a diretoria opte pelo retorno aos treinos", a data mínima para reinício seria 1º de agosto, com a testagem de todos os atletas, funcionários e familiares nos dias 25 e 26 de julho.

- O pensamento do departamento médico do ABC, de todos os profissionais envolvidos, é que nós só voltaremos se tivermos condições plenas de preservar a saúde dos atletas. Isso significa termos a liberação do Ministério da Saúde, da Secretaria Estadual de Saúde, e ter uma autorização do conselho estadual de medicina - disse o médico Roberto Vital em entrevista à rádio CBN Natal.

Vital também se mostra preocupado quanto à sequência do Campeonato Potiguar, já que nem todos os clubes possuem condições financeiras para realizar a testagem e cumprir as exigências da CBF.

- Se a gente for pensar no nosso campeonato estadual, os oito clubes terão condições de fazer os exames e os protocolos que a CBF exige? Não adianta ABC e América fazerem os testes, e o outro clube qualquer não fazer. Nós vamos jogar com outro clube sem ter nenhuma segurança? A gente tem muitos questionamentos e poucas respostas - declarou.


G1 RN


Em um mês, dobra o número de pacientes internados em estado grave no RN

Hospitais Giselda Trigueiro, em Natal, está com 100% de lotação - Foto: Quézia Oliveira/Inter TV Cabugi

O Rio Grande do Norte tem atualmente o dobro de pacientes internados em estado do grave em comparação com o mês passado. De acordo com dados desta quinta-feira (18) da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), 251 pacientes estão em leitos com estado grave. Em maio, esse número era de 125.

O aumento ocasionou a lotação de várias unidades de saúde no estado. Os hospitais públicos de Natal estão com 100% de ocupação atualmente, de acordo com dados da plataforma Regula RN, que monitora a situação dos leitos em todo o estado em tempo real.

Consultada às 19h30 desta quinta-feira (18), a plataforma apontou ainda que 87 pessoas aguardam na fila da regulação por leitos de UTI em todo o estado.

Outro problema que o estado tem enfrentado é com a falta de ambulâncias. Isso porque várias delas permanecem horas paradas em frente a unidades de saúde que não possuem vagas. "Prende uma ambulância, prende o nosso serviço. Fica tudo acumulado, fica juntando o número de fichas de atendimento e com isso a espera demora mais ainda", falou Wilma Dantas, coordenadora do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do RN.

Nesta quinta-feira (18), o Governo do RN anunciou Chamamento Público Emergencial para contratar até 100 novos leitos, sendo 80 leitos de UTI e 20 leitos clínicos de retaguarda junto à rede privada. Esses leitos serão para atendimentos de usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) em casos de Covid-19.


G1 RN

Prefeitura de Rafael Fernandes é penalizada por débitos contraídos há mais de uma década por ex-prefeitos; gestão Bruno Anastácio ainda está "pagando a conta" de desmandos cometidos por gestores passados.

Sede da Prefeitura de Rafael Fernandes|RN-Foto: Assessoria



A Prefeitura Municipal de Rafael Fernandes, através de sua assessoria de comunicação, divulgou uma nota de esclarecimento, na tarde desta quinta-feira (18), mais uma vez, desmentindo inverdades, divulgadas em um blog ligado ao grupo de oposição à administração municipal, a respeito da atual gestão do prefeito Bruno Anastácio (DEM), inclusive, imputando-lhe responsabilidades incabíveis sobre débitos contraídos, claramente, em gestões anteriores.

Para o devido esclarecimento dos fatos à população de Rafael Fernandes, segue abaixo a íntegra da Nota de Esclarecimento:

Nota de Esclarecimento

A Prefeitura Municipal de Rafael Fernandes vem a público esclarecer alguns fatos, sobre uma matéria veiculada em um Blog da região, na última quarta-feira, na qual menciona a inadimplência do município junto ao CAUC - Sistema Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias.

Diante do que foi exposto, a Prefeitura esclarece que as inadimplências mencionadas são consequências de atos administrativos equivocados efetuados em gestões anteriores à do Prefeito Bruno Anastácio, sendo que a maioria das pendências citadas foram constituídas há mais de uma década.

Todavia, embora tais irregularidades tenham ocorrido na responsabilidade de outros gestores, o prefeito Bruno Anastácio resolveu optar pela adoção do princípio da continuidade administrativa, mesmo com a sua gestão arcando com todos os ônus dos gestores passados; todo esse esforço objetivando que a Prefeitura Municipal possa tornar o município adimplente.

Vale ressaltar que, mesmo diante de alguns impedimentos, a Prefeitura Municipal tem vencido esses desafios e feito um trabalho de revitalização administrativa, algo realizado na prática com o notório pagamento de servidores e fornecedores em dia, inclusive superando o desafio de cumprir com o plano de carreira dos profissionais do município, executando obras que elevaram o serviço público e, também, atendendo as principais demandas, com recursos próprios.

Todo este esforço hercúleo da atual gestão objetiva garantir que o cidadão rafael-fernandense seja completamente assistido pelo Governo Municipal em todas as áreas e, consequentemente, contribui para que o município não seja prejudicado pela falta de zelo com a máquina pública ou desmandos de gestores passados, e continue se desenvolvendo de forma dinâmica; característica marcante da atual administração.


Política Pauferrense 

quinta-feira, 18 de junho de 2020

Vendas diminuem 11,6% em abril e RN registra maior queda em 20 anos, diz IBGE


Comércio fechado durante pandemia do coronavírus em Natal - Foto: Elisa Elsie

O Rio Grande do Norte registrou a maior redução no volume de vendas do comércio da série histórica da Pesquisa Mensal do Comércio, que acontece desde janeiro de 2000. A queda foi de 11,6% em abril na comparação com o mês de março. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

O mês de abril foi o primeiro mês completo que sofreu com as restrições de circulação e com o fechamento de parte do comércio não essencial - o primeiro decreto estadual com restrições aos estabelecimentos foi de 20 de março.

Apesar da queda no volume de vendas, o resultado foi o menor do Nordeste, segundo o IBGE, e o quarto menor do Brasil. A média nacional foi de queda de 16,8%. Já o volume de serviços no Rio Grande do Norte caiu 15,3% em abril na comparação com o mês anterior, segundo dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS).

 

Em comparação a abril de 2019, o volume de vendas no comércio varejista do Rio Grande do Norte caiu 18% - todas as unidades da federação registraram diminuição no volume de vendas neste período.

 

A Federação de Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Rio Grande do Norte (Fecomércio) disse, via assessoria de imprensa, que o comércio está em queda em função do atual momento. Apesar disso, a federação aguarda os resultados do mês de maio, período que os especialistas têm afirmado que o impacto não será tão grande quanto o de abril, por conta da liberação do auxílio emergencial.

 

Segundo a Fecomércio, entre 17 de março e 31 de maio deste ano, a queda no faturamento no setor foi de R$ 192 milhões. A federação disse ainda que mais de 10 mil funcionários já foram demitidos pelas empresas durante a pandemia e que teme o futuro caso a abertura do comércio não esteja entre as medidas flexibilizadas nos próximos decretos.

 

Na segunda-feira (15), o Governo do RN adiou para 24 de junho a possibilidade de retomada gradual do comércio, que estava prevista para 17 de junho. A medida se deu em função da lotação dos leitos de UTI no estado.


G1 RN


RN tem 626 mortes pela Covid-19 e 15.690 casos confirmados



O Rio Grande do Norte registra nesta quarta-feira (17) 15.690 casos confirmados de Covid-19 e 626 mortes pela doença. O boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) não foi divulgado até a publicação desta matéria, mas os dados foram repassados pela secretaria.

Em 24 horas foram 41 óbitos a mais no RN, o maior número registrado no estado desde o início da pandemia.

De acordo com a Sesap, o estado tem 24.136 casos suspeitos e 24.974 descartados. Além disso, existem 129 óbitos em investigação.

Situação do coronavírus no RN

626 mortes

15.690 casos confirmados

24.136 suspeitos

24.974 descartados

1.993 recuperados

G1 RN